Atualizado em 16/10/2019 por Gabriela Giacomini
Redação do Portal WebArCondicionado

Muitos consumidores não tem a devida noção sobre a importância da manutenção do ar-condicionado. Sendo ela preventiva – para prevenir possíveis problemas – ou corretiva – para solucionar algum dano já consolidado -, a manutenção é uma prática extremamente necessária para quem tem o aparelho.

Os benefícios não servem apenas para você e sua saúde, mas principalmente para o seu bolso economicamente, para o meio ambiente e também para o próprio condicionador de ar, que tem sua vida útil prolongada com as manutenções periódicas.

Reproduzimos dois vídeos ao longo do texto que explicam melhor a importância desses cuidados e quais as orientações para garantir a segurança e bom desempenho do ar-condicionado.

Antes, vamos pontuar algumas questões que você precisa saber sobre a higienização do aparelho:

Por que o ar-condicionado precisa de limpeza e manutenção?

  • Saúde

Vamos lá, por estar instalado em um ambiente aberto, o condicionador de ar vai acumulando poeira com o passar do tempo, como qualquer objeto. O problema é que essa sujeira carrega bactérias, ácaros e fungos que se espalham pelo interior do aparelho.

Essas impurezas  se instalam principalmente nos filtros do ar-condicionado, prejudicando a qualidade do ar e consequentemente a sua saúde. Daí um dos motivos para dar atenção à manutenção do equipamento, mesmo que ele não esteja ligado o tempo todo e não seja muito utilizado.

Periodicidade – Com qual frequência limpar o aparelho?

A limpeza dos filtros deve ser periódica, de preferência mensalmente. Se o uso do ar-condicionado não for constante, a higienização pode ocorrer de dois em dois meses.

Leia também: Como limpar filtros de ar-condicionado Split em 5 passos

Já a manutenção preventiva precisa ser feita anualmente por um técnico profissional. Ele irá fazer uma limpeza mais elaborada e verificar se o aparelho precisa de algum ajuste ou reparo.

A melhor época para realizar esse tipo de manutenção é entre o outono e o inverno, considerando que geralmente o período de maior uso do ar-condicionado é no verão. Por isso o ideal é garantir antecipadamente que o equipamento esteja funcionando.

  • Economia

Você já se deu conta que o ar-condicionado sujo consome mais energia? Um estudo realizado pela Escola Técnica Profissional (ETP) analisou as diferenças entre uma condensadora (unidade externa do ar-condicionado) suja e uma  limpa, descobrindo que pode haver um aumento de 60% no consumo de energia quando há sujeira no aparelho.

Mas por que isso acontece? Os filtros sujos prejudicam a circulação do ar, forçando o aparelho a trabalhar mais e consequentemente consumindo mais energia.

Assista abaixo a explicação de Alexandre Fernandes Santos, Professor Mestre em Engenharia da ETP, salientando a importância da manutenção para diminuir os gastos.

Vídeo – A manutenção do ar-condicionado economiza energia elétrica

“Muitas pessoas pensam ‘poxa, vou gastar dinheiro com mão de obra para limpar o meu ar-condicionado’, considere que você vai ter esse gasto com a manutenção mas irá economizar mais em energia elétrica”, garante o professor.

Leia também: Mitos e Verdades sobre o Consumo de Energia do Ar-Condicionado

Vale destacar também que a economia não vem apenas na conta de luz, mas poupa você também de ter outros gastos maiores com reposição de peças.

  • Meio Ambiente

Além de todos os riscos trazidos aos consumidores e ao próprio aparelho, a falta de manutenção do ar-condicionado também é uma ameaça ao meio ambiente.

A partir do momento em que o fluido refrigerante contido no equipamento começa a vazar ou está “solto” no ar, esse gás liberado na atmosfera ajuda a destruir a camada de ozônio, favorecendo o aquecimento global. Por isso o ideal é que o técnico recolha esse fluido ao fazer a manutenção do condicionador de ar.

Assista ao vídeo publicado pelo Protocolo de Montreal Brasil:

Conforme informa o canal acima, é importante lembrar que o fluido R22 é seguro para o meio ambiente quando está dentro de um sistema selado. O perigo à natureza vem quando ele é liberado para atmosfera.

Fique atento à importância de chamar um técnico de ar-condicionado periodicamente para fazer a manutenção preventiva de forma adequada e garantir a segurança de todos. Clique no banner abaixo para facilitar isso:

7 riscos que podem ser evitados com a manutenção preventiva do ar-condicionado

  • Doenças e problemas de saúde
  • Perda da capacidade do aparelho climatizar o ambiente
  • Congelamento das peças do ar-condicionado
  • Falhas internas, como entupimento dos filtros, turbinas, canos e serpentinas
  • Aumento dos ruídos produzidos pelo aparelho
  • Corrosão
  • Aumento da conta de energia elétrica

Viu só? Aproveite o conforto do seu ar-condicionado e mantenha a manutenção e limpeza em dia para evitar esses problemas com boas práticas.

Ficou com alguma dúvida? Utiliza o espaço para comentários abaixo.