Atualizado em 02/04/2020 por Yuri Correa
Redação do WebArCondicionado

Você sabe qual a função do filtro de ar-condicionado? O filtro é um dos componentes mais importantes do aparelho. Hoje vamos te mostrar os principais tipos de filtros de ar-condicionado e como eles funcionam.

função do filtro de ar

Veja aqui qual é a função de cada filtro de ar-condicionado – imagem: WebArCondicionado.

A Função do Filtro de Ar-Condicionado

A função do filtro de ar é remover sujeiras como a poeira, a fumaça, entre outros poluentes. É por isso mesmo que os filtros precisam estar sempre limpos.

O filtro protegem você e o aparelho. Sem ele, as impurezas passariam livremente e se espalhariam pelo ar que você respira. Um ar-condicionado com o filtro sujo é um perigo. Por isso, cada um tem um tipo. Vamos vê-los agora:

Tipos de Filtros de Ar-Condicionado

O tipos mais comum de filtro de ar-condicionado é a malha de nylon utilizada na maioria dos splits e do modelos de ar-condicionado janela mais modernos. Outro tipo que ainda é bem comum por aí é aquela malha de metal (aço ou alumínio) que era usada nos modelos de ar-condicionado janela mais antigos.

Nos aparelhos split hi-wall, podem ser usados os filtros do tipo Hepa e Carvão Ativo, variando conforme o modelo e marca. Os sistemas de ar mais pesados, como cassete e piso-teto, exigem um filtro mais resistente, mas eles costumam vir com filtros de nylon de fábrica – daí cabe os consumidor fazer a troca.

Os filtros utilizados em ar-condicionado são usados obedecendo à exigências estabelecidas pela norma ABNT 16.401/2008. Veja abaixo os principais tipos utilizados no Brasil:

Filtro de Fio de Nylon

filtro de nylon do ar-condicionado

O filtro em fio de nylon é o mais comum, está presente em todos os modelos. Esse tipo de filtro é básico e mesmo quando o aparelho utiliza outros sistemas de filtragem, ele está presente para complementar a proteção.

Esse filtro de ar-condicionado é composto por uma malha fina de fios de nylon que prendem as impurezas enquanto deixam o ar passar. O filtro de nylon deve ser lavado em casa pelo usuário pelo menos menos uma vez por mês nos períodos de grande uso. Ele é bastante resistente e dura por anos.

Filtro de Fio Metálico

Filtro em fio metalico

 

A malha de fio metálico (aço ou alumínio) é mais usada no ar-condicionado do tipo janela – especialmente os mais antigos. Ele funciona na mesma ideia, com as impurezas ficando retidas nas “lâminas” de metal. O filtro de malha pode ser lavado, só que para recolocá-lo é preciso que esteja seco.

Filtro Hepa

filtro-ar-condicionado-hepa

Os filtros Hepa são considerados os mais eficientes. A eficiência mínima bate na casa dos 99,97%, para partículas de 0,3 mícron.

A intenção inicial era o uso nos processos de filtragem química, biológica e radiológica para uso pelas forças armadas dos Estados Unidos. O filtro Hepa pode ser lavado e custa em torno de R$60,00. Este tipo de filtro também é usado aspiradores de pó e outros equipamentos.

Filtro de Carvão Ativado

filtro-carvao-ativado

 

Odores contaminantes, como o de cigarro, gordura ou até mesmo os cheiros do corpo contidos em um ambiente podem ser absorvidos pelo Filtro de Carvão Ativado. Este modelo de filtro é construído com carcaça em chapa de aço galvanizado, com módulo filtrante de carvão ativado.

O filtro não pode ser limpo e nem lavado, ele é praticamente descartável. O filtro de carvão ativo custa em torno de R$18,00.

Filtros Plissados

 

filtro-ar-condicionado-plissado

Estes filtros são feitos de fibra de vidro, sobrepostos em telas que podem ser mais ou menos espessas, dependendo da necessidade de filtração. Quanto mais grossa, maior o poder de filtragem. Em alguns casos, uma camada de fios de carbono pode ser tecida junto à malha de fibra de vidro para absorver odores também.

Filtros Eletrostáticos

 

filtro-eletroestatico

Também chamado de precipitador eletrostático, esse equipamento é utilizado em ambientes industriais que precisam de controle para a poluição. Os sistemas de ventilação e condicionamento de ar de instalações como fábricas jogam o ar para dentro desse filtro, e ele funciona com superfícies carregadas positivamente que atraem as cargas negativas das substâncias capturadas.

Assim, a “sujeira” fica toda nas paredes no filtro, tornado mais fácil a limpeza e o correto descarte desses poluentes. óxido de enxofre, alguns ácidos, resinas e alcatrão são alguns dos principais produtos filtrados pelo precipitador eletrostático.

 

Filtros de Ar-Condicionado Específicos

Existem modelos de ar-condicionado bastante específicos, e para eles existem filtros de ar especiais também. Veja os principais:

Filtros Exclusivos

Existem alguns filtros que são exclusivos de cada fabricante, como por exemplo, o sistema de filtragem “Ful HD’ da Samsung” e o Multiproteção da LG. Eles não são obrigatórios, nem seguem uma regra, mas possuem tecnologia própria e agregam valor aos modelos de ar-condicionado.

Filtro Veicular

filtro-de-ar-condicionado-veicular

Nos automóveis o tipo mais comum é o filtro de cabine. Também conhecido como filtro de partículas, filtro antipólen ou só filtro do ar-condicionado veicular.

Dica de Filtros de Ar-Condicionado

Nos filtros de nylon a limpeza deve ser realizada de dois em dois meses em períodos de pouco ou nenhum uso, e de mês em mês na alta temporada. Já os filtros Hepa e Carvão Ativado necessitam ser trocados a cada 3 meses.

Vale lembrar, um sistema de ar condicionado vai consumir mais energia se os filtros estiverem cheios de poeira. Você sempre pode optar por chamar um técnico caso não saiba realizar a limpeza você mesmo. Lembre-se, condicionadores de ar são equipamentos delicados, tenha cuidado.

Classe dos filtros de ar-condicionado

A antiga NBR 6401, substituída agora pela parte 3 da NBR 16401, definia uma classificação para os filtros de ar-condicionado. A antiga norma se baseava na eficiência e na aplicação mais apropriada desses filtros. Ela designava locais e tipos de aparelhos mais adequados para comportar este ou aquele filtro.

A norma atual simplificou esta diferenciação e se baseia apenas na capacidade de absorção do filtro, separando entre os mais  grossos, representados pelas classes G1, G2, G3 e G4 e os mais finos, F5, F6, F7 e F8 e F9.  Na tabela antiga existiam ainda as classificações de A1 e A2, que eram os filtros absolutos, mas eles não constam mais na nova ABNT.

Segundo a nova norma, a classificação se define pela porcentagem de Eficiência Gravimétrica (Eg) e pela porcentagem de Eficiência de Partículas (Ef), ficando definido como:

Filtros Grossos de Ar-Condicionado

G1: acima de 50 e menores que 65% Eg
G2: acima de 65 e menores que 80% Eg
G3: acima de 80 e menores que 90% Eg
G4: acima de 90% Eg

Filtros Finos de Ar-Condicionado

F5: acima de 40 e menores que 60% Ef
F6: acima de 60 e menores que 80% Ef
F7: acima de 80 e menores que 90% Ef
F8: acima de 90 e menores que 95% Ef
F9: acima de 95% Ef

Lembre que a função do filtro de ar-condicionado é proteger. Por isso é muito importante mantê-lo sempre limpo e bem cuidado. Se o seu filtro já é antigo, talvez esteja na hora de trocar. Acesse esse link e veja quais são os sinais de que está na hora de trocar o filtro do seu ar-condicionado.

Se surgir alguma dúvida mais específica sobre os filtros, leve lá para o Fórum do Ar-Condicionado que vamos resolver juntos.