Atualizado por Yuri Correa em 05/11/2019
Redação do Portal WebArCondicionado

Esse assunto é bastante polêmico e gera muita discussão entre profissionais de climatização. Recentemente fizemos uma enquete nas redes sociais para saber quem é a favor e quem é contra a instalação de condensadora e evaporadoras nos banheiros. Sim, tem gente que não possui espaço para instalar a unidade externa e pensa “será que pode instalar no banheiro?”.

Hoje vamos tratar desse tema e falar também sobre climatizar o banheiro com o ar-condicionado, ou seja, instalar a evaporadora nesse tipo de ambiente.

E aí, será que dá para instalar esse tipo de equipamento dentro de um cômodo como o banheiro sem prejudicar a saúde dos usuários ou a integridade do aparelho? Vamos descobrir!

Instalar a condensadora no banheiro

Essa ideia parece meio maluca para quem entende de instalação de ar-condicionado,e tem um bom motivo. Mas acontece que ela surge recorrentemente entre os consumidores que não dispõem de um local mais adequado para instalar a unidade externa do aparelho. Então se atenha ao seguinte:

Você pode instalar sim a condensadora onde você quiser, mas precisa entender os riscos que estará submetendo o seu equipamento. E o banheiro é um local de alto risco.

O que dizem os especialistas?

“A condensadora não pode ficar enclausurada ou confinada dentro de um cômodo, ela deve ser instalada em um ambiente externo para a troca de calor correta. Se ela fica dentro de um ambiente fechado, mesmo em frente a uma janela, ela pode gerar muito calor no ambiente e pode desligar várias vezes por superaquecimento. No verão, a estação do ano que mais precisamos do bom funcionamento do equipamento, não terá o ‘rendimento’ necessário”, explica Luiz Fernando Gaivota, da LFBR Climatização e Elétrica.

Na nossa enquete, a maioria dos profissionais respondeu ser contra, mas muitos, devido à vontade e insistência do cliente, acabam por instalar. “Não recomendo, mas se o cliente insistir ou se não existe outra forma, o prédio não deixa colocar a máquina externa na fachada, ele deve estar ciente que os fabricantes suspenderão a garantia”, completa Gaivota.

Pois bem, conforme o nome já sugere, a “unidade externa” precisa ficar em um local aberto, com boa circulação de ar.  Sendo assim, o banheiro não é o local mais adequado para realizar essa instalação.

Entenda o funcionamento da condensadora em local fechado

O valor da pressão é inversamente proporcional a temperatura ambiente. A falta de circulação de ar e o pouco espaço dentro do banheiro fariam com que a corrente elétrica e a pressão do gás de funcionamento aumentassem, trazendo algumas consequências como: consumo excessivo de energia e funcionamento ineficiente. Ou seja, a condensadora irá trabalhar sobrecarregada, reduzindo a vida útil do equipamento.

Mas vai funcionar? Pode ser que sim e pode ser que não. Por isso, o aconselhado é não fazer, pois além de perder a garantia do fabricante, você corre o risco de perder o aparelho.

Ar-condicionado para climatizar o banheiro

Pode parecer estranho ou “artigo de luxo” para a maioria das pessoas, mas ar-condicionado no banheiro até que é bem comum, principalmente em locais de uso coletivo, como shoppings, restaurantes e hospitais. Além disso, há quem tenha a necessidade de um banheiro climatizado, como pessoas idosas que são mais sensíveis às mudanças de temperatura bruscas.

Mas não é só nessas situações que o ar-condicionado é bem-vindo no banheiro. Muitas residências já possuem porque, a verdade, é que desejamos e necessitamos de conforto térmico em qualquer parte da casa. No verão, sair do banho com calor não é legal, e no inverno, não tem nada melhor do que tomar um banho quentinho em um ambiente com uma temperatura agradável.

Claro que existem outras opções de aquecimento ou de resfriamento para o banheiro, como aquecedores e ventiladores, mas nenhuma dessas opções é tão eficaz quanto o ar-condicionado.

Cuidado com a proliferação de microrganismos no banheiro

Alguns banheiros não contam com janelas, impedindo a circulação do ar. Nesse tipo de ambiente o ar-condicionado é um item ainda mais importante, pois ele elimina o excesso de vapor e umidade, causados pela falta de aberturas para ventilação e que propiciam a proliferação de microrganismos.

Mas é preciso ter um cuidado maior com a higiene do aparelho, limpando os filtros seguidamente. “A higienização dos filtros tem que ser feita em pequenos espaços de tempo por causa dos germes que tem no ar de um banheiro”, explica Joaquim Ramos de Jesus, da empresa Somar Elétrica e Refrigeração.

E você, já pensou em ter um ar-condicionado no banheiro? Conte o que pensa da ideia!