Atualizado em 06/04/2020 por Yuri Correa
Redação do Portal WebArCondicionado

Muitos dos nossos leitores enfrentam esse problema trazem ele para tentar resolver conosco: afinal, por que ele o ar-condicionado não gela?

Pensando nisso, nós do WebArCondicionado conversamos com o técnico Salvador Fraga, que entende muito sobre ar-condicionado, e pedimos para ele listar os principais motivos para isso acontecer. Veja abaixo!

por-que-meu-ar-condicionado-nao-resfria

6 Razões porque o Ar-Condicionado Não Gela

Existem muitas razões que explicam um ar-condicionado que não gela. Abaixo vamos listar as razões mais comuns:

1. O Modo Frio não Está Ligado

Pois é, parece até besteira, mas ninguém é obrigado a saber que o ar-condicionado precisa estar no modo COOL (ou seja, modo Frio) para gelar. Então, antes de chamar um técnico, certifique-se de que o aparelho está configurado no modo Frio. Ok?

Se não souber como fazer isso, acessa esse link aí em cima que a gente explica.

2. Vazamento de gás

De acordo com Salvador, essa é uma das causas mais comuns que ocasionam esse problema. A perda do gás ocorre de maneira gradual, devido a algum vazamento. Mas como esse vazamento ocorre?

O técnico explica que os condicionadores de ar trabalham alternando pressão e temperatura de um gás, num circuito de canos de cobre flangeados, fechados por porcas de latão. As constantes variações de temperaturas extremas provocam dilatação e retração das porcas, frouxando-as e provocando pequenas fugas de gás.

Chame a assistência técnicaDurante o inverno não percebemos essa perda, pois o aquecimento é alcançado com maior facilidade, ainda que tenhamos no sistema um nível inferior ao ideal para a refrigeração.

Como proceder em casos de vazamento

Isso só será resolvido com a intervenção de um mecânico de refrigeração, que irá investigar e corrigir a fuga de gás, antes de completar o sistema com a carga ideal.

O correto é o profissional realizar o Teste de Estanqueidade para identificar os pontos de vazamento.

3. Filtros SujosLimpando o ar condicionado

Os entupimentos dos filtros por falta de limpeza também provoca a falta de circulação do ar através da serpentina, prejudicando o funcionamento do equipamento e o consequente resfriamento do ambiente.

Sem falar que o ar-condicionado sujo gasta mais energia, sendo um prejuízo ao consumidor.

Solução: Limpeza e Manutenção

Anualmente, preferencialmente na entrada do verão, é indicado solicitar uma limpeza geral e revisão do condicionador de ar.

Quanto à manutenção preventiva, devemos limpar os filtros das unidades internas regularmente. Ou seja, sendo uma utilização doméstica, ou similar, sem grandes exposições a pó, pode ser feito uma vez por mês.

4. Problema no compressor

Outra causa recorrente que explica o mau funcionamento do aparelho para gelar é algum problema no compressor. Conhecido com o “coração” do ar-condicionado, se esse componente estiver estragado a evaporadora começa a liberar ar quente ao invés de ar frio.

Sendo assim, o ar-condicionado para de resfriar, fazendo também com que as contas de energia elétrica aumentem.

Verificando a origem desse problema

Assim como é aconselhado para os casos acima, o ideal é contatar um técnico para analisar o aparelho e descobrir a origem dessa falha. Ele irá realizar alguns procedimentos para confirmar se o problema é realmente no compressor, e não apenas uma impressão.

Assim irá verificar a capacitância – ela não pode estar abaixo do nominal , e realizar testes básicos para descobrir a tensão e a corrente.

5. Falha no Sensor de Temperatura

Caso não seja uma das alternativas acima, outra razão para o aparelho não gelar direito é alguma possível falha no sensor de temperatura. Ele é outro elemento essencial para que o condicionador de ar desempenhe um bom trabalho, já que é esse sensor que regula a temperatura, e por isso se não funcionar irá refletir na climatização.

Além disso, caso aconteça essa falha possivelmente a condensadora irá desligar antes de atingir a temperatura desejada ou ficará  desligando e ligando rápido demais.

O que fazer para solucionar

Como esse problema é bem técnico e exige o conhecimento de um profissional, mais uma vez enfatizamos a importância de contratar um instalador para resolver o problema.

O profissional irá testar o sensor para confirmar a falha e sugerir a troca desse componente – por ser extremamente barato o valor do sensor, não vale a pena o conserto. Outra vantagem é que esse serviço é realizado rapidamente, em menos de 30 minutos.

6. Aparelho travado

Ainda existe uma última opção que pode explicar a falha no condicionador de ar. Pode parecer bobo, mas o próprio sistema eletrônico presente no ar-condicionado, embora seja simples, pode travar o funcionamento. Isso acontece quando realizamos uma sequência de comandos digitados no controle remoto sem que se aguarde o tempo necessário de reação.

Como destravar o ar-condicionado: RESET

Nesse caso, recomenda-se a execução do “RESET” para restabelecer as ideais condições eletrônicas de funcionamento. A operação “RESET” no ar-condicionado é bem fácil e pode resolver outros problemas também.

Mais Recomendações para o bom funcionamento do ar-condicionado

Para o correto funcionamento de um condicionador de ar, Salvador Fraga ainda lembra que é necessário ter ventilação na unidade externa, que permita o arrefecimento do gás pela troca de temperatura com o meio externo.

Ele explica que há recomendações específicas com relação às distâncias mínimas que devem ser observadas entre as barreiras físicas e a circulação de ar, independente se o sistema do ar condicionado for do tipo Split ou o tipo Janela.

Não consegui Resolver, e Agora?

Você verificou e tentou resolver de todas essas formas acima. Mas ainda assim, o ar-condicionado não gela. E agora? Pode ser que o seu ar-condicionado esteja apresentando problemas mais sérios, e nem sempre vale a pena investir no conserto. Saiba aqui como saber se vale a pena consertar o ar-condicionado.