inverno-2019-brasil-previsao

O inverno de 2019 no Brasil começa no dia 21 de junho, sexta-feira, às 12h54. Aí você se pergunta “como vai ser?”, “será que a previsão espera muito frio?”, “vai haver algum recorde de temperatura?”. O WebArCondicionado consultou os institutos de meteorologia e traz as principais informações sobre essa época conhecida pela queda nos termômetros.

Vamos lá: se você espera tirar os casacos mais grossos e pesados do seu guarda-roupa, saiba que, se isso vir a acontecer, não será com frequência. Pelo menos é o que se espera após conferirmos as declarações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que é quem dita as tendências climáticas.

Isso porque o fenômeno El Niño, que se fez presente por aqui no verão e no outono, deverá seguir marcando presença, ocasionando um aquecimento acima do normal no clima. Esse efeito irá ocorrer na parte do Pacífico próxima ao Equador, impedindo a entrada do ar frio.

O Inmet ainda afirma que a probabilidade da ação do El Ninõ ultrapassa 50%, segundo pesquisas realizadas em centros internacionais meteorológicos.

 

Temperaturas do Inverno 2019

Ao olharmos o site Climatempo, o portal também prevê que durante esse inverno “quase todas as ondas de frio serão desviadas para o oceano” e “deve terminar com temperaturas acima da média”.

Portanto, a tendência é que realmente não haja nenhum recorde de temperatura mínima, diferente de alguns boatos que circularam na internet. A não ser que haja uma reviravolta, mas vamos seguir acompanhando o que vem por aí para ver o que vai dar né?

 

Previsão do tempo por região

Confira como vai ser, segundo ambos os institutos mencionados acima, o inverno de 2019 em cada região do Brasil:

Sul

Com chuvas acima da média para um inverno nos três estados da parte inferior do mapa do Brasil, haverá também uma maior onda de frentes frias se compararmos com as outras regiões do país, como acontece de costume. Isso irá contribuir para uma variação de temperatura mais significativa.

O frio intenso deve se estabelecer na metade sul do Rio Grande do Sul e no leste de Santa Catarina, com temperaturas que podem ficar abaixo de 0ºC.

Leia também:

Como mudar o ar-condicionado para o quente

Os menores preços de ar-condicionado QUENTE/FRIO

Sudeste

O inverno deve ser a época mais seca do ano no Sudeste, principalmente no norte de Minas Gerais, sugerindo o uso de um umidificador. No entanto, as chuvas podem mais frequentes no mês de setembro, mais especificamente no sul do estado de São Paulo.

A previsão é de que as temperaturas fiquem acima da média da estação, com quedas  acentuadas e pontuais devido à passagem das massas de ar frio.

 

Centro-oeste

Assim como na região Sudeste, as chuvas devem ficar abaixo do previsto, com registros de temperaturas mais altas e com massa de ar quente e seco. No período entre agosto e setembro essa possível realidade deve ser mais intensa.

É comum que a região fique sem receber chuva por várias semanas, mas se isso acontecer, será em pequenas áreas e com pancadas momentâneas.

 

Nordeste

As chuvas podem ficar abaixo da média em algumas cidades, principalmente na costa leste. Sobre as expectativas de temperatura, na maior parte dos estados deve ficar dentro da média prevista.

Já no interior o calor deve ser levemente acima do esperado, com o início do período de seca e baixos índices de umidade. No entanto, eventuais chuvas fortes podem ocorrer, mas em regiões isoladas, com maior chance no litoral.

 

Norte

Assim como no Nordeste, as chuvas devem ficar ligeiramente abaixo do que se espera para a região, menos no Acre, noroeste do Amazonas e no sudeste do Pará. Apesar disso, as temperaturas ficam dentro do previsto do que costuma ser o inverno local.

Não podemos esquecer ainda que, nesta época, a falta de chuva junto ao calor e a baixa umidade relativa do ar eleva a chance da incidência das queimadas.

Leia também: Chuvas no Brasil: como ocorre, o que é e por que

 

Que dia termina o inverno?

Lembrando que o inverno de 2019 tem início no dia 21 de junho não apenas no Brasil, mas em todo o Hemisfério Sul. Para quem quer marcar a data não apenas de início no calendário, mas de término também, anota aí: a estação que costuma ser a mais fria do ano termina no dia 23 de setembro, que cai em uma segunda-feira.

 

Redação do Portal WebArCondicionado