Por Yuri Correa,
Redação do Portal WebArCondicionado

Na hora de comprar um ar-condicionado novo pode bater a dúvida: o cálculo de BTUs vale só para os aparelhos que resfriam, ou vale também para os que fazem aquecimento?

Essas dúvidas podem parecer meio bobas para quem entende um pouco melhor de ar-condicionado. Porém, como ninguém é obrigado a nascer sabendo de nada, nesse post vamos falar sobre isso.

Entenda melhor…

Cálculo de BTUs = Potência do aparelho

O BTU é um sistema britânico de medição de potência de climatização. É uma medida que tem a ver com a capacidade que um aparelho de ar condicionado tem para resfriar ou para aquecer um ambiente.

Ou seja, o cálculo de BTUs é válido tanto para a função Frio quanto para a função Quente. Do ponto de vista da potência, não há diferença. O esforço feito pelo motor do ar-condicionado é para alcançar as configurações de temperatura determinadas pelo usuário.

Pense assim: se você precisa mudar a temperatura do seu cômodo de X para Y, os esforço do compressor, da condensadora, da evaporadora e demais partes do equipamento, será o mesmo. Levando-se em conta, claro, condições similares. E aqui, então, cabe fazer uma observação.

 

Condições diferentes

Só porque o cálculo de BTUs tem a ver com a potência e não com a função a ser executada pelo ar-condicionado, isso não quer dizer que um determinado ambiente vai ser bem atendido no frio e no calor pelo mesmos número de BTUs. 

Ar-condicionado no modo Frio

O que isso quer dizer? Bom, quer dizer que é preciso levar em conta fatores que interferem no resfriamento e no aquecimento. Por exemplo, para a potência de resfriamento você precisa levar em conta:

  • Portas e janelas
  • Incidência do sol
  • Trânsito de pessoas
  • Quantidade de equipamentos eletrônicos
  • Temperaturas locais
  • Formato do ambiente

Acesse aqui a Calculadora de BTUs e descubra a potência ideal para o seu ambiente

Ar-condicionado no modo Quente

Enquanto isso, para o aquecimento, você levaria em conta, além desses itens acima, o seguinte:

  • Entradas e saídas de ar
  • Quantidade de pessoas
  • Material de que é feito o ambiente

São alguns exemplos do que poderia ser considerado. Ainda mais tendo em vista que o frio pode ser sugerido facilmente pela impressão que o ambiente passa para as pessoas.

Uma simples corrente de ar pode causar calafrios e fazer o corpo baixar a temperatura.

banner-entreprodutos-procurando-por-instalacao-verde-v2

Os BTUs são os mesmos, a situação é que muda

A conclusão é: o BTU é uma unidade válida tanto para resfriar quanto para aquecer. Porém, é preciso atentar ao fato de que deixar um ambiente frio e deixá-lo quente são processos diferentes. Então, dependendo do seu ambiente, você pode precisar de um ar-condicionado com X BTUs para resfriá-lo, mas um com Y BTUs se quiser aquecê-lo.

Ficou resolvido a questão? Se surgirem dúvidas ou sugestões, mande aqui nos comentários!