Ar-Condicionado do tipo Split não é aconselhado para academias de ginásticaMesmo no inverno, quem procura por uma academia de ginástica para iniciar algum tipo de atividade física geralmente não abre mão de um ambiente climatizado. E hoje em dia é difícil encontrar uma boa academia que não tenha ar-condicionado, não é mesmo?

Porém, a climatização é um dos itens mais críticos quando se trata do projeto de uma academia. Os equipamentos devem controlar a temperatura do ambiente e ao mesmo tempo adequar a umidade relativa, removendo o excesso ou umidificando de acordo com o clima da localidade e da estação.

Pensando no conforto térmico dos alunos, que é fundamental para a prática de exercícios físicos, mas sem procurar informações sobre o assunto, muitos proprietários acabam instalando aparelhos Split, que não são os mais indicados para esse tipo de ambiente.

 

Problemas mais comuns que o split pode causar em academias
Problemas mais comuns que o split pode causar em academiasMuitas academias possuem aparelhos de ar condicionado split, mas a utilização de forma incorreta desse tipo de equipamento pode causar graves problemas no organismo dos alunos, deixando-os vulneráveis a micro-organismos. Isso porque após a prática de exercícios físicos, o sistema imunológico tem uma breve queda.

Os aparelhos split não controlam a umidade do ambiente e desidratam o ar deixando o ambiente muito seco, facilitando assim infecções. Ele resseca o muco nas vias aéreas e isso prejudica o desempenho esportivo. E esse ar seco irrita os brônquios, favorecendo o surgimento de bronquites, rinites e sinusites.

Além disso, os aparelhos de ar condicionado do tipo split não renovam o ar, o que não é saudável para ambientes onde existem muitas pessoas transpirando ao mesmo tempo, pois os vírus de espalham facilmente.

Como climatizar uma academia sem causar problemas à saúde dos alunos
Como climatizar uma academia sem causar problemas à saúde dos alunosPara garantir o conforto térmico dos alunos sem prejudicar a saúde, o correto é utilizar a ventilação natural ou mecânicos, através de sistemas com ventiladores e exaustão, que são capazes de aproximar a temperatura ambiente da temperatura externa, favorecendo a renovação do ar. Implantar aberturas para a entrada e a saída de ar é imprescindível.

Esse resultado é possível também através de sistemas centrais de insuflação que refrescam os ambientes através de dutos. Esse tipo de ar-condicionado atende as necessidades de temperatura e umidade do local, diferente dos aparelhos Split, que direcionam a vazão ar na diagonal e possivelmente indo de encontro aos usuários da academia. Assim o ambiente fica com uma temperatura agradável e não prejudica a saúde dos alunos da academia.

De acordo com especialistas, a temperatura ambiente de uma academia deve estar sempre entre 20ºC e 25ºC. E a umidade relativa deve ficar entre 40% e 65%. A prática de atividades físicas dentro destas condições pode melhor significativamente os resultados.

Evite o choque térmico
O choque térmico é uma mudança instantânea na temperatura corporal, que ocorre porque o organismo precisa de um certo tempo para se adaptar às mudanças de temperatura.

Se dentro da academia estiver muito frio ou muito quente (com o uso do ar-condicionado), deve-se ter cuidado ao sair, pois pode acontecer um choque térmico. Assim como tomar banho gelado após o treino com o corpo quente.

 

Redação do Portal WebArCondicionado.