Redação WebArCondicionado

Nesse conteúdo vamos falar sobre os benefícios do Self Contained e aproveitar para responder uma dúvida que recebemos de um leitor, sobre a diferença entre Self Contained, sistemas VRF e Fan Coil.

ar-condicionado-self-contained-como-funciona

Sobre o ar-condicionado Self Contained

Como já falamos bastante nessa postagem: Ar-Condicionado Self Contained: Como Funciona e Onde usar? , um ar condicionado Self Contained é uma unidade de refrigeração que mede por volta de 1,70m e pode chegar até 60TR de capacidade (cada TR é 12 mil BTU). O aparelho possui o evaporador e o condensador concentrados no mesmo lugar e é ideal para estabelecimentos comerciais de médio e grande porte, como bancos, hospitais e grandes escritórios.

Quais os benefícios do ar-condicionado Self Contained

Capacidade térmica ideal para ambientes amplos e movimentados;

São aparelhos versáteis, sendo capazes de atender diferentes projetos e demandas;

Possibilidade de insuflação direta (dentro do próprio ambiente) ou Dutado (saída de ar através de rede de dutos).
Possuem uma instalação mais simplificada, assim como um processo de manutenção menos trabalhoso;

São mais eficientes energeticamente, oferecendo um melhor custo por tonelada de refrigeração;

Pode ser adaptado de acordo com a necessidade do local e do projeto, já que os aparelhos não vem equipados com automação, mas podem ser adaptados para um sistema programável e não tem ciclo reverso (quente), mas também pode ser instalado uma resistência de aquecimento sem problemas;

Para a capacidade de refrigeração possível, podemos dizer que possui um design compacto.

Quais as diferenças entre Self Contained, VRF e Fan Coil?

Esses modelos possui diferenças em diversos aspectos, vamos explicar e dar alguns exemplos para esclarecer.

Self Contained | VRF | Fan Coil

Enquanto o Self Contained e o VRF são aparelhos que funcionam com fluidos refrigerantes convencionais, como os aparelhos residenciais, o Fan Coil gera sua potência de refrigeração através da utilização a água pura ou misturada com um anti congelante. Então existe uma serpentina de cobre ou alumínio, na qual essa água circula e o fluido refrigerante fica concentrado apenas em partes estratégias do equipamento.

O Self Contained possui instalação facilitada, o Fan Coil exige um custo inicial de instalação mais elevado, porém seu custo de funcionamento é baixo. Lembrando também que ao otimizar o custo de energia e a refrigeração por água faz do Fan Coil um aparelho mais amigável ao meio ambiente.

Falando um pouco mais sobre o sistema VRF, ele também possui instalações básicas para os profissionais, embora exija um bom investimento, já que funciona como uma espécie de multi-split e seja necessário criar conexões ou dutos até os equipamentos que funcionarão como evaporadoras como Splits Cassetes, Piso Tetos ou Dutos (built-in). Além disso, os VRF’s são tecnológicos e eficientes.

Como cada unidade interna (evaporadora) conta com uma válvula de expansão exclusiva, é possível que cada uma opere na temperatura desejada de forma independente.

A sigla VRF vem do termo em inglês Variable Refrigerant Flow, também escutamos por aí alguns profissionais chamando de VRV, que na verdade é o mesmo equipamento, mas a sigla do termo em português, Volume de Refrigerante Variável.

Basicamente, o Self Contained possui fácil instalação e fluxo de ar uniforme. O Fan Coil gera a refrigeração através da água condensada e o VRF é um sistema tipo multi-split com evaporadoras que podem ser independentes e com mais de um modelo.