Por Gabriela Giacomini
Redação do Portal WebArCondicionado

fantasma-monoxido-de-carbono

Você já passou por acontecimentos paranormais em sua casa? Antes de chegar a alguma conclusão, leia essa história real de terror publicada pela Interstate Heating & Air Conditioning, após ser contada em um dos episódios do This American Life, programa semanal transmitido nas rádios dos Estados Unidos.

O especial de Halloween apresentava relatos de uma paciente sobre uma série de eventos estranhos que ela e sua família vivenciaram em uma casa antiga em 15 de novembro de 1921.

Essa casa era iluminada por lamparinas em vez de eletricidade, e possuía grandes quartos e passagens para empregados. Ou seja: uma casa perfeita para uma assombração.

A Sra. H contou ao médico:

“Em uma manhã, ouvi passos vindos da sala acima da minha cabeça. Subi as escadas correndo e, para minha surpresa, o quarto estava vazio. Passei para o próximo e depois para todos os cômodos daquele andar, e depois para o andar de cima, para descobrir que eu era a única pessoa naquela parte da casa.

Às vezes, depois de me deitar, os barulhos da despensa são tremendos, como se os móveis estivessem sendo empilhados contra a porta, como se estivessem mexendo na louça e, ocasionalmente, um longo e assustador suspiro ou lamento.

Às vezes, enquanto ando pelo corredor, sinto como se alguém estivesse me seguindo, indo me tocar. Você não consegue entender se nunca passou por isso, mas é real. Enquanto eu me vestia para o café da manhã, B, que tem quatro anos, veio ao meu quarto e me perguntou por que eu havia chamado ele. Eu disse que não havia feito isso, que não estava no quarto dele.

Com olhos grandes e assustados, ele disse: Quem era então que me chamou? Quem fez esse barulho batendo?

Eu disse a ele que era sem dúvida o vento sacudindo sua janela. ‘Não’, ele disse, ‘não foi isso. Foi alguém que me chamou. Quem foi?’ E assim por diante ele insistiu que havia sido chamado e queria que eu explicasse quem tinha sido”.

As alucinações continuaram, com a família sentindo a presença do desconhecido. Eles experimentaram assombrações, camas barulhentas, delírios e paralisia temporária. As plantas murcharam e morreram.

A Sra. H continuou:

“Algumas noites, depois de ficar na cama por um tempo, senti como se as roupas de cama fossem arrancadas de mim. E também senti como se tivesse levado um golpe no ombro. Uma noite acordei e vi, sentado no pé da minha cama, um homem e uma mulher. A mulher era jovem, morena e magra e usava um grande chapéu. Fiquei paralisada e não conseguia me mexer.”

Depois de conversar com pessoas diferentes sobre sua casa mal-assombrada, o cunhado da Sra. H sugere que eles estão sendo envenenados. Ele ouvira relatos semelhantes de pessoas envenenadas por gases de combustão com sintomas semelhantes.

O que aconteceu? O cunhado estava certo. O monóxido de carbono (CO) do forno estava inundando a casa ao invés de escapar pela chaminé. Essa é uma noção ainda mais assustadora.

Como o monóxido de carbono é um gás incolor, inodoro e insípido, a Sra. H e sua família pensaram que havia aparições tentando expulsá-los de sua própria casa. O monóxido de carbono estava produzindo todos os efeitos de uma grande história de fantasmas: imagens e sons fantasmagóricos, alucinações, paralisia, ilusões, etc.

Sintomas do Monóxido de Carbono

Muitas pessoas não tem noção da gravidade dos sintomas de envenenamento por CO. Antes que as coisas fiquem tão ruins que levem à perda de consciência e até mesmo à morte – o que é uma possibilidade real, infelizmente -, aqui estão alguns dos sintomas do envenenamento por monóxido de carbono que podem ser um alerta para você se dar conta:

  • Dores de cabeça
  • Alucinações
  • Tontura
  • Náusea
  • Sonolência
  • Fraqueza
  • Vômito
  • Dor no peito
  • Falta de ar
  • Confusão
  • Perda de consciência

Tanto as pessoas quanto os animais são suscetíveis aos perigos do monóxido de carbono. No entanto, o envenenamento por CO representa um risco especial para jovens, idosos e doentes.

O monóxido de carbono é produzido sempre que um combustível fóssil é queimado, como gás, óleo, querosene, madeira ou carvão. Chaminés, aquecedores de água a gás, fornos, geradores, churrasqueiras, carros e outros equipamentos que consomem combustível criam risco de vazamento de CO.

Como funciona o envenenamento por CO?

O envenenamento por monóxido de carbono e seus efeitos são gerados devido à falta de oxigênio no sangue. Como as moléculas de CO são absorvidas pelos glóbulos vermelhos mais rapidamente que o oxigênio, elas acabam impedindo a entrada de oxigênio na corrente sanguínea.

Hipóxia cerebral é o termo que usamos para falar sobre a diminuição de oxigênio no cérebro e pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo monóxido de carbono.

Vítimas de hipóxia cerebral frequentemente relatam “sentir-se como uma pessoa diferente”. O resultado final dessa redução de oxigênio é a morte.

Como evitar vazamentos de Monóxido de Carbono

1. Solicite a manutenção anual do sistema de aquecimento a um profissional

Uma das causas mais comuns de vazamento de CO é de um trocador de calor rachado. Além de realizar testes completos de segurança e eficiência em seu equipamento de aquecimento ou calefação, o técnico também deve limpar e lubrificar as partes móveis, trocar o filtro e inspecionar seus sistemas de ventilação e dutos.

2. Teste e substitua os detectores de monóxido de carbono

É altamente recomendável testar seus alarmes de fumaça e monóxido de carbono todos os meses. Ainda assim, esses testes garantirão apenas que sua energia e circuitos estejam funcionando, eles não testam os sensores reais. É por isso que você também deve substituir todos os detectores de monóxido de carbono após 5 anos e todos os alarmes de fumaça após 10 anos.

3. Verifique se há detectores de CO nos seguintes locais:

Perto de todas as áreas de dormir
Na cozinha
Na sala de estar / jantar
No escritório
Garagens anexas

E siga as recomendações do fabricante
Não instale detectores de CO muito perto de equipamentos para queima de combustível, janelas e aberturas, sob a luz direta do sol ou em áreas excessivamente úmidas como o banheiro, por exemplo.

O que NÃO fazer:

  • Nunca execute o autoatendimento em seu equipamento de aquecimento. Deixe isso para um profissional com as ferramentas e os conhecimentos adequados!
  • Nunca opere um gerador em ambientes fechados ou perto de janelas ou portas abertas. Seu gerador deve estar a cerca de 8 metros da sua casa.
  • Nunca queime carvão dentro de casa nem leve a grade para dentro!
  • Não aqueça sua casa com o forno ou outros aparelhos a gás.
  • Nunca deixe o carro parado na garagem, mesmo que as portas da garagem estejam abertas.

Leia também: Monóxido de Carbono x Aquecedor – O Guia para Evitar Acidentes

Sinais visíveis de Monóxido de Carbono

  • Ferrugem e fuligem ao redor do forno, tubos de combustão, ventilação e conexões de tubos
  • Umidade e condensação visíveis em janelas, paredes e outras superfícies frias
  • Sem correntes de ar na chaminé
  • Vazamento de água das aberturas de ventilação, cano de combustão ou chaminé

Se você notar algum desses sinais, pode haver um problema com o seu forno a gás ou sistema de ventilação. Teste seus detectores de CO e chame um profissional imediatamente para não viver uma história de terror.