Atualizado em 22/07/2019 por Yuri Correa
Redação do Portal WebArCondicionado

Demanda mundial por aparelhos de climatização A demanda mundial por aparelhos de climatização vem crescendo em ritmo acelerado e esses números só devem aumentar. De acordo com a empresa de pesquisa estadunidense The Freedonia Group Inc., o setor deveria crescer cerca de 5,7% ao ano, o que implica em uma movimentação de US$ 120 bilhões, em torno de R$ 265 bilhões, no ano de 2018.

Mercado em expansão

Esse número é o resultado da expansão de fontes de energias renováveis e o aumento da renda de países em desenvolvimento, como a Índia, Indonésia e até mesmo o Brasil. O crescimento econômico e a maior disponibilidade do produto têm estimulado a demanda por bens, tornando o ar condicionado mais acessível aos consumidores.

Para se ter um exemplo, em 2013 a Ásia foi o Continente com mais vendas de equipamentos do setor, 54% do valor total no mundo inteiro. O crescimento é impulsionado principalmente pela China, responsável por um terço das vendas mundiais.

Ásia em ascensão?

Entretanto, o que limita ainda mais a ascensão da Ásia é a melhora dos mercados na Austrália, Japão e Coréia do Sul. Nesses países, o uso de equipamentos de climatização é muito grande.

Além disso, acredita-se que a recuperação econômica nos Estados Unidos e da Europa Ocidental também aqueceu o mercado. Mesmo com a Ásia crescendo no comércio de ar condicionado, a América do Norte demostra um rápido progresso, por isso, era esperado no país que a média de vendas dos equipamentos aumentasse 6,8% até 2018.  Número considerado baixo visto que nos últimos anos, os Estados Unidos foram prejudicados pela queda da economia, fazendo com que os consumidores adiassem a substituição de seus aparelhos por versões mais recentes.

Segundo o novo estudo da The Freedonia Group Inc. , o crescimento nas vendas recebe bastante influência do clima no local. Além disso, a população também vem se conscientizando sobre a importância de métodos mais eficientes e menos prejudiciais ao planeta. Por isso, alguns lugares adotaram medidas para  trocar velhos equipamentos por aparelhos mais novos e menos poluentes.

banner-novo_isntalador

E como está em 2019?

Segundo uma pesquisa do BSRIA, só em vendas de Split, o mercado aumentou 19.1% em 2018. Confira todos os demais dados aqui.