* Atualizado em 19/07/2019

Um estudo publicado pela Independent Building Test, Reasearch, Instruments and Information (BSRIA), responsável por trazer dados sobre o setor de construção, trouxe novas informações sobre o mercado global de ar-condicionado. Em pesquisa anterior, liberada em 2015, foi revelado que houve uma redução de 5% em vendas no nosso mercado naquele ano, ao contrário de 2014, que havia registrado um crescimento de 7%. Agora, no relatório 2019 sobre bombas de calor/ciclo reverso, os pesquisadores apontam que em 2018 as vendas caíram cerca de 3,3% em relação a 2017, quando houve um estouro de crescimento, 18% na época.

Queda na China 

Os principais fatores responsáveis por essa queda, segundo a pesquisa, é a verdadeira guerra econômica que vem sendo travado entre o Estados Unidos e China, o que tem enfraquecido o poder de aquisição e oferta desse último país. Para quem não sabe, o continente asiático possui o maior mercado de HVAC do mundo, representando 61% do que é produzido no globo todo em volume.

Apesar de tanto, as vendas exclusivamente de Splits chegou a um aumento de 19,1%, seguidas de perto pela venda de modelos Janela, que no mundo todo subiu cerca de 18,2%, comprovando que esses equipamentos ainda tem grande apelo junto ao mercado. A utilização das chamadas bombas de calor estão sendo incentivadas pelos governos da União Europeia, no intuito de diminuir o consumo de energia dos prédios inteiros.

Em busca de recuperação

Em 2015, o maior impacto chegou nos brasileiros. Nosso país encolheu 18% do seu mercado após um significativo crescimento de 28% em 2014. A instabilidade política e recessão econômica foram e ainda são as principais razões das baixas na economia do Brasil. Enquanto isso, a Europa parece se recuperar com vastos investimentos, em especial a Irlanda e o Reino Unido.

Redação do Portal WebArCondicionado