* Atualizado em 07/01/2019

Folhagens Em meio à correria do dia a dia, estamos cada vez mais imersos em modernidades. As tecnologias servem para facilitar a vida, mas nem sempre são saudáveis. Um ambiente com ar-condicionado ligado o tempo todo tende a perder qualidade do ar, necessitando de renovações para evitar a Síndrome do Edifício Doente (SED).

Diante dessas facilidades, esquecemos que a mãe natureza oferece alternativas naturais. Além de amenizar a temperatura de prédios e casas, as plantas podem elevar a qualidade do ar de ambiente fechados.

O uso de folhagens para a purificação do ar de interiores é feito desde a Grécia e Roma Antiga. Adotar uma plantinha é uma opção ecológica para aumentar a umidade e qualidade o ar.

Substâncias nocivas

Muitos são os agentes que estão presentes na poluição urbana. Confira os três principais contaminantes do ar:

Formaldeído: sua fonte consiste em roupas, compensados, carpetes, móveis, limpadores domésticos e isolantes. É uma substância barata e usada em diversos processos industriais. Os riscos para a saúde são: dores de cabeça, irritação dos olhos e/ou vias respiratórias. Na exposição prolongada pode resultar em câncer de garganta.

Benzeno: presente na fumaça de cigarros, gasolina, fibra sintética, plásticos, tintas, óleos, detergentes e borrachas. Causa irritação na pele e nos olhos, dor de cabeça, perda de apetite, sonolência e enfermidades do sangue.

Tricoloroetileno: encontra-se em tintas, vernizes, lacas e adesivos. Pode causar câncer no fígado.

Quais são as plantas que purificam o ar?

Veja a relação de algumas das espécies que são aconselhadas para reduzir a carga tóxica dos contaminantes citados acima:

1. Palmeira Areca ou bambu

Palmeira Areca

É considerada uma das melhores plantas para a purificação do ar. Ajuda na limpeza do ar em geral, além de ficar muito bem com peça decorativa. Recomenda-se utilizá-las em salas recém pintadas. Deve-se regar com pouca água, mas regularmente pulverizando a folhagem.

2. Espada de São Jorge

Espada de São Jorge

Conhecida dos brasileiros, esta plantinha absorve os óxidos de nitrogênio e o formaldeído. Mas cuidado com as crianças, pois é altamente tóxica se ingerida.

3. Cactos colunares

Cacto

Eles absorvem ondas eletromagnéticas e, segundo os cientistas, são ideias para colocar perto da televisão e microondas. Exigem poucos cuidados: quase nada de água e muita luz. De preferência devem ficar perto de janelas.

4. Filodendro-roxo

Filodendro roxo

São ideias para combater o tricloroetileno e o formaldeído. Não suporta baixas temperaturas e gosta de locais úmidos.

5. Gérbera

Gérbera

Essa maravilhosa flor elimina o benzeno no ar, são conhecidos para melhorar o sono ao absorver dióxido de carbono e emitem mais oxigênio durante a noite.

6. Planta aranha ou clorófito

Planta Aranha

Essa grande folhagem de interior é usada para eliminar o monóxido de carbono e outras toxinas e impurezas. Ideal para ambientes onde haja aquecimento com queima de gás ou madeiras. Ela é uma das melhores plantas para a eliminação de formaldeído do ar.

7. Samambaias

samambaia

Conhecidas por absorver formaldeído e xileno. Muito eficaz, requer pouca manutenção e podem ser ornamentais. Não exponha direto ao sol, pois habita as matas mais fechadas.

8. Ráfis

Rafis

Age contra o amoníaco dos detergentes, também é uma opção na Cozinha e Banheiro, onde costumam ficar guardados os produtos de limpeza. Planta que cresce muito, precisa de espaço, não requer muita luz e combate o formaldeído e o xileno.

9. Lírio da paz

Lírio da Paz

Considerada a mais limpa de todas, esta planta é responsável por absorver todo o tipo de poluente. São frequentemente colocados no banheiro ou lavanderia. Uma vez que elas são conhecidas na remoção de esporos de fungos. Também eliminam formaldeído e o tricloroetileno.

10. Orquídea borboleta

Orquidea Borboleta

Além de serem belíssimas, elas equilibram a umidade do ambiente.

Leia também: Como melhorar a qualidade do ar dentro de casa

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de Dicas Verdes.