Redação Portal WebArCondicionado

As dicas que vamos citar abaixo vêm do outro lado do oceano, da Associação dos Instaladores de Portugal (AIPOR).

Cinco medidas são apontadas como benéficas contra a pandemia

“O ar condicionado não aumenta a carga viral de qualquer vírus, mas faz com que a mesma diminua pelo seu efeito de difusão e diluição no ar. Desta forma, a ideia de que o ar condicionado possa contribuir para propagar o novo coronavírus está completamente errada”. Essa frase de Celeste Campinho, presidente da AIPOR (Associação dos Instaladores de Portugal) deixa clara a posição da associação contra a ideia de o ar-condicionado contribuir com Corona Vírus.

Leia aqui todas as matérias contendo Corona Vírus

Neste conteúdo são apontadas cinco recomendações, confira:

  • Garantir a ventilação do ambiente com ar novo (do exterior);
  • Ligar a ventilação do aparelho antes da sua utilização como ar-condicionado de fato;
  • Garantir a troca de ar através da abertura de janelas é uma das atividades essenciais, segundo especialistas;
  • Colocar o aparelho em recirculação de ar novo sempre que possível;
  • Limpar os filtros com frequência.

Para a elaboração destas dicas, a AIPOR contou com a contribuição de entidades mundiais como a Federação Europeia de Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado (REHVA), a Sociedade Americana de Engenheiros de Aquecimento, Refrigeração e Ar Condicionado (ASHRAE), bem como a Ordem dos Engenheiros do país.

Gostou dessas dicas? Comente abaixo. Até a próxima.