Por Gabriela Giacomini,
Redação do Portal WebArCondicionado
mulheres-ar-condicionado-onu

 

Se você perguntar a diferentes pessoas quem elas pensam que projeta, fabrica e instala equipamentos de ar condicionado e refrigeração, a maioria normalmente não pensaria em uma mulher. No entanto, eles deveriam.

É com esse discurso publicado no livreto Women in the Refrigeration and Air-conditioning Industry: Personal Experiences and Achievements (As mulheres na indústria de refrigeração e ar condicionado: Experiências e realizações pessoais, tradução livre em Português) que a Organização das Nações Unidas (ONU) conta as histórias inspiradoras de 108 mulheres representando 50 países ao redor do mundo. Essas personalidades realizam diferentes tipos de trabalhos na indústria de HVAC, compartilhando seus desafios e experiências no setor.

“Mulheres engenheiras, técnicas, palestrantes e professoras estão cada vez mais trabalhando nesse segmento tradicionalmente ocupado pelos homens, fazendo contribuições significativas para o desenvolvimento de soluções à saúde, nutrição, conforto e bem-estar. Mulheres e homens estão fazendo isso acontecer”, publicou o United Nations Environment Programme através da iniciativa OzonAction.

5 brasileiras compartilham suas histórias na publicação da ONU

Seguindo a ideia de incentivar a participação feminina no setor, cinco brasileiras enviaram suas histórias para o programa e tiveram suas experiências divulgadas para o mundo, inspirando a nova geração que vem por aí. São elas: Carmosinda Santos, Natália Borges, Gabriela Giacomini, Jossineide Oliveira e Leylla Lisboa.

  • Carmosinda Santos é Técnica em Refrigeração e Ar Condicionado e uma das primeiras mulheres técnicas da América Latina a atuar com chillers e climatizadores de precisão.
  • Natália Borges é Técnica Mecânica e Eletrônica, auxiliando no setor de compras e manutenção preventiva e corretiva.
  • Jossineide Oliveira é Técnica em Refrigeração, Consultora, Empreendedora, Educadora no SENAI e a primeira instrutora mulher do curso “Boas Práticas em Sistemas de Ar Condicionado do Tipo Janela e Mini-Split”, do Programa Brasileiro de Eliminação de HCFCs.
  • Leylla Lisboa é Técnica de Ar Condicionado e Empreendedora, atuando no setor desde 2015.

Clique aqui para ler os depoimentos na íntegra e baixar o livreto gratuitamente

Jornalista do Portal WebArCondicionado também ganha destaque

Nossa jornalista, Gabriela Giacomini, também teve sua experiência contada ao lado das 4 brasileiras acima. Escrevendo para o setor aqui no WebArCondicionado desde 2014, Gabriela – quem está redigindo esse material – compartilha sua história contando sobre os primeiros desafios ao começar a produzir conteúdo para o segmento de Climatização e como funciona seu trabalho até hoje.

Afinal, produzir informação de qualidade e solucionar problemas é o nosso principal objetivo aqui no blog.

Participação feminina ainda é extremamente baixa

Desse modo, a ONU ressalta que a iniciativa visa aumentar a conscientização sobre as oportunidades disponíveis para as mulheres e reconhecer suas realizações na indústria.

Entre as pesquisas mais recentes, em 2017 o coletivo Women in HVAC-R divulgou que as mulheres representavam cerca de apenas 1,2% dos mecânicos, técnicos e instaladores de sistemas de aquecimento, refrigeração e ar-condicionado nos Estados Unidos.

Apesar disso, lembramos que a necessidade de técnicos e engenheiros qualificados está cada vez mais evidente, gerando espaço para que todas as pessoas, homens e mulheres, busquem por especializações na área e preencham o mercado em crescimento. Vamos fazer juntos?