Atualizado por Yuri Correa em 29/01/2020
Redação do WebArCondicionado

Um sistema de ar condicionado avançado nem sempre é sinônimo de qualidade na climatização. É preciso também prestar atenção em como é feita a distribuição do ar pelo ambiente, e é que entra o difusor de ar-condicionado, que garante a velocidade adequada e conforto térmico para os usuários.

Vamos conhecer melhor esse item?

O que é um Difusor de Ar-Condicionado?

Os difusores de ar-condicionado são como aletas projetadas especialmente para serem instaladas nas saídas de ar de um sistema de climatização e, assim, garantir que o ar que sai por ali seja distribuído de maneira mais homogênea pelo ambiente. Acontece que muitas vezes o direcionamento da saída de ar apenas joga o ar para baixo ou para um sentido único do cômodo, fazendo com que a climatização de todo o espaço seja mais demorada.

O difusor ajuda o ar tratado pelo sistema de climatização a chegar em todos os cantos do espaço mais rapidamente e, portanto, de maneira mais eficiente.  Claro que cada projeto de climatização apresenta características únicas, desenvolvidas por um profissional projetista, arquiteto ou designer da obra.

Existem necessidades diferentes em cada um, porém, é fato que o difusor pode ajudar sempre, sem que seja dando o toque final que o seus sistema necessita.

Além disso, nem todos os difusores são iguais e nem todos têm a mesma função, no que diz respeito ao modo de distribuir o ar condicionado. Parâmetros como pé-direito, taxa de ocupação, orientação das fachadas e detalhamento do forro com projeto de iluminação também influenciam nos resultados e diretamente na escolha do elemento de difusão adequado.

Esses fatores irão moldar e te ajudar a selecionar um difusor de ar-condicionado que atenda as normas de maneira a proporcionar velocidade de insuflamento, velocidade no plano de ocupação, nível de ruído correto, alcance e distribuição.

Os modelos de Difusores

Existem vários tipos de difusores divididos em dois grupos: convencionais e de alta indução (projetados para espalhar o ar mais longe). Dentro desses grupos, os difusores podem ser lineares, circulares ou retangulares. Esses dois últimos são os mais comuns, utilizados para situações de pé-direito entre 2,6 a 4 metros de altura.

A decisão de qual tipo de difusor deve ser usado é tomada a partir de um acordo entre projetista e arquiteto, pois fatores como o forro e fiações devem ser levadas em conta. O difusor precisa ser incorporado ao ambiente e ficar livre de interferências, assim, dependendo das características de cada ambiente pode-se eleger o melhor difusor.

Inúmeros exemplos da boa harmonização dos difusores com os mais diversos tipos de ambiente podem ser encontrados o responsável pelo sistema de climatização e o arquiteto interagem durante o planejamento inicial de uma obra. O bom projetista é capaz de preservar tanto a boa técnica de distribuição de ar quanto de valorizar o lado estético.

Existem situações onde a intransigência de uma das partes exige uma ação corretiva mais tarde, não se pode só olhar o que é mais bonito e, nem sempre só, o que é mais prático.

Preços

Os difusores variam e muito de preço, até porque você pode comprá-los de fabricantes gabaritados no mercado (existem alguns especializados nesse ramo), como pode também mandar fazer o seu próprio difusor num formato personalizado para o seu sistema de ar-condicionado.

Essas peças podem ser fabricadas em materiais diversos, como aço, alumínio, plástico e madeira. 

Os mais comuns, porém, ficam em torno dos R$ 250 cada peça. Você pode encontrar ou encomendar difusores em ferragens, lojas especializadas em climatização ou pela internet.

Como surgiram os Difusores?

Os difusores de ar são utilizados há muitos anos. No início, entretanto, essas peças serviam apenas para manipular grandes volumes de ar ou “tapar buracos” através de difusores mal selecionados. Ou seja, eles não exerciam devidamente a função de distribuir o ar condicionado no ambiente.

Já nos dias de hoje, a importância e a atenção dadas a esse item é outra. Quem pensa um grande projeto de climatização atualmente, não deixa de incluir e valorizar a relevância dos difusores de ar para o sucesso da instalação.

Os profissionais têm se dedicado a estudar a distribuição de ar, e por essa razão alguns tem se destacado no mercado e influenciado os demais. Além disso, os gráficos técnicos para a seleção de difusores são levantados em laboratórios e, portanto, tem alto grau de confiabilidade.

E aí, já conhecia os difusores de ar-condicionado? Ficou sabendo para que servem essas saídas de ar diferentes que vemos em shoppings e hospitais, por exemplo? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários abaixo!