Atualizado por Yuri Correa em 25/10/2019
Redação do Portal WebArCondicionado

Técnico de Ar Condicionado

O setor de climatização oferece muitas possibilidades de trabalho. Hoje em dia é um segmento com grande demanda por mão de obra especializada e, no entanto, muitas pessoas têm vontade de ingressar no ramo e não sabem como proceder. Neste texto vamos mostrar o procedimento necessário para se tornar um profissional da área de HVAC-R! Vamos lá?

Se tornando um profissional

1º passo – Qual área dentro da climatização?

Primeiro de tudo, defina o que você quer fazer, pois a climatização é um segmento amplo. Os profissionais podem se especializar em diferentes áreas do HVAC-R, que são aquecimento (heating), ventilação (ventilation), ar-condicionado (air conditioning) ou refrigeração (refrigeration).

2º passo – Qual curso fazer?

Depois de definir qual braço da climatização será percorrido, é hora de iniciar o curso de capacitação. No mercado existem cursos técnicos de curta duração, cujos valores estão na faixa de 800 a 2500 reais, e também graduações de nível universitário. O valor da faculdade tem uma variação maior e varia de acordo com a instituição de ensino e curso selecionado.

Os cursos técnicos mais encontrados são:

  • Projetos de climatização (Projetista)
  • Técnico em ar-condicionado (instalação e manutenção de splits e janeleiros)
  • Profissional da climatizaçãoAr condicionado Solar
  • Ar condicionado Automotivo
  • Técnico em Refrigeração e Climatização
  • Refrigeração comercial (câmaras frias)
  • Refrigeração Industrial
  • Refrigeração aplicada
  • Mecânico de Refrigeração
  • Automação Residencial
  • AC central / Splitão / Self Contained
  • Técnico climatização de grande porte (instalações comerciais e industriais)

Cursos Superiores que trabalham com a climatização:

  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Civil
  • Arquitetura
  • Curso Superior de Tecnologia em Eletrotécnica
  • Pós-Graduação em Engenharia da Climatização

3º passo – Mãos à obra – Autônomo ou empregado?

Feito o curso, o profissional já está apto para o trabalho. Neste momento ele tem duas escolhas: trabalhar como dono do próprio negócio de forma autônoma ou então ser contratado em uma empresa de climatização. Cada uma das opções tem seus pontos positivos e negativos, por isso, avalie qual melhor caminho a seguir. Lembrando que trabalhadores autônomos precisam ter um carro e um ajudante (ou sócio) para poder instalar e fazer as manutenções.

4º passo – Credenciado ou não?

Manutenção de ar-condicionadoCaso opte por ser um instalador autônomo ainda existem mais duas opções: se credenciar ou não junto à uma ou mais marcas de ar-condicionado. O credenciamento não é obrigatório. Existem ótimos profissionais autônomos que não representam nenhum fabricante e trabalham com todas as marcas normalmente. Contudo, quando o profissional faz parte de uma assistência técnica autorizada, poderá haver o aumento de trabalho, visto que é um fato determinante para alguns clientes na hora da instalação, manutenção e garantia.

5º passo – Como ser um agente credenciado?

Para ser um profissional autorizado de alguma marca, é preciso fazer a solicitação diretamente com a empresa desejada. Cada marca possui o seu sistema de credenciamento. Algumas o contato pode ser por telefone e outras solicitam por e-mail.

Veja neste link como ser um autorizado das 12 principais marcas no Brasil. Escolha a empresa e clique no link para verificar qual é o procedimento necessário.

6º passo – Divulgação dos serviços

Uma das ferramentas mais utilizadas para divulgação de serviços no setor é o Banco Nacional de Instaladores. Ele é o maior cadastro brasileiro de profissionais de HVAC, onde milhares de usuários pesquisam por técnicos em todas as regiões do país. O registro é gratuito e, hoje, conta com mais de três mil inscritos. Aqui neste link é possível o registro gratuito.

7º Passo – Mantenha-se atualizado

Independente de o profissional ser autorizado ou não, autônomo ou empregado, uma coisa é fundamental: estar sempre com os conhecimentos atualizados. Fique atento aos cursos e eventos que complementam o seu ofício. Além disso, mantenha uma postura ética, isto gera boas recomendações no setor.

Existe também a profissão de Consultor em Projetos de Climatização. A consultoria acontece quando o profissional tem bastante experiência e possui condições de investimento empresarial. Então ele atende um grupo de clientes fornecendo soluções personalizadas.

Cursos técnicos complementares

  • Técnico Eletricista
  • Conserto de Placas Eletrônicas
  • Higienização e limpeza de sistemas
  • Curso em Compressores
  • Selecionamento de componentes técnicos
  • Automação Industrial
  • Gestão Empresarial e de Pessoas