Chega de confusão! A partir de janeiro de 2020, os cilindros de fluidos refrigerantes deverão ser pintados todos da mesma cor. No caso, foi escolhido o tom de cinza RAL 7044, conforme identificado na escala Pantone. A decisão é da AHRI, o Instituto Ar Condicionado, Aquecimento e Refrigeração dos Estados Unidos.

Hoje esses tanques são pintados com cores diferentes, cada uma representando um tipo de composto. Porém, depois do surgimento de tantos fluidos refrigerantes no mercado, e com a promessa de serem lançados ainda mais, está ficando cada vez mais difícil para os profissionais da área saber exatamente qual cilindro é de qual gás.

 

Por que é importante não confundir as cores dos cilindros?

Com essa preocupação em mente, a AHRI resolveu finalmente mexer na Diretriz N, que é a regulamentação específica na coloração de identificação desses botijões. A medida vinha sendo estudada desde 2015.

Segundo Helen Walter-Terrioni, vice-presidente de assuntos regulatórios do Instituto, “A má identificação dos fluidos refrigerantes pode levar a problemas de segurança, pois esses gases têm diferentes medidas de pressão e propriedades físicas de operação, incluindo o potencial de inflamabilidade”. Esses com risco de incêndio, inclusive, serão identificados com uma tarja vermelha na parte superior.

Isso não quer dizer que as coisas vão ficar menos complexas. Os rótulos e embalagens dos fluidos refrigerantes continuarão a ser diferenciados pela cor. A medida visa diminuir o risco de confusão, fazendo com que os profissionais verifiquem com atenção dobrada o código do composto que estarão utilizando.

banner-novo_isntaladorDiretriz não é lei

A Diretriz N também não é uma lei, não é obrigatório que os fabricantes do setor sigam a sua regulamentação. Porém, a AHRI é bastante respeitada e os parâmetros definidos na antiga diretriz são seguidos à risca pela indústria hoje em dia. O esperado é que o mercado se ajuste às novas definições.

Os cilindros identificados com cores diferentes até janeiro de 2020, quando entra em vigor a nova Diretriz N, não precisam ser modificados. Apenas os fabricados a partir da data de implementação do novo regime de cores.