Redação Portal WebArcondicionado


O inverno brasileiro apresenta diferentes características e intensidades. Mas, sobretudo neste ano, notou-se em várias regiões do País uma variação muito grande nas temperaturas durante a estação. Dias muito frios seguidos de outros bem quentes, acima dos 30 graus. Essa oscilação fez muita gente usar o ar-condicionado seja para se aquecer ou para se refrescar.

Porém, o que poucos sabem é que não basta ligar e colocar o aparelho na temperatura que desejar. O uso contínuo requer alguns cuidados extras que ajudam a preservar o equipamento e a saúde da família em geral, ainda mais se ele for usado durante o sono.

A temperatura ideal para deixar o ambiente confortável é entre 24 e 25 graus, segundo especialistas. A exposição contínua ao ar muito frio, por exemplo, pode causar problemas como doenças respiratórias, dores de cabeça e musculares (provocadas pela rigidez do corpo), olhos e boca seca, além de desidratação. Por isso, fique atento(a) a esse detalhe.

Também é importante prestar a atenção no tempo de uso. Um aparelho instalado da forma correta pode ficar ligado, sem interrupções, 24 horas, 7 dias por semana. Sendo assim, não há problema em dormir com ele ligado. Mas é bom ficar de olho na manutenção, para evitar problemas no funcionamento e acúmulo de sujeira. Verifique as condições da fiação, se apresenta barulhos e mantenha o filtro limpo.

Alias, a higienização dos componentes internos e do filtro é essencial para não prejudicar a saúde e evitar problemas técnicos. Aparelhos que ficam ligados por mais tempo precisam de maior atenção. O ideal é criar uma rotina de limpeza para as partes acessíveis do ar-condicionado e chamar um profissional para fazer a higienização completa a cada seis meses ou um ano.