[ x ] Fechar

Mudanças climáticas podem levar à extinção de ruivos

  • 22 de dezembro de 2014
  • Nenhum Comentário

De acordo com a comunidade científica, uma relação aparentemente improvável pode se tornar realidade: o desaparecimento de pessoas ruivas. O responsável por tal constatação? O aquecimento global. A ameaça tem fundamento e vem ganhando forças porque a mutação do gene recessivo que produz cabelos ruivos e pele clara se dá pela baixa luminosidade do ambiente onde a pessoa está inserida, o que faz com que ela produza grandes quantidades de vitamina D.

Podemos usar a estatística como exemplo: enquanto somente 2% da população mundial é ruiva, em lugares como a Escócia, norte da Inglaterra e Irlanda – onde há grande nebulosidade – o índice sobe para 40%.

Sendo assim, caso as previsões de aumento das temperaturas estiverem corretas, haverá mais dias ensolarados e cada vez menos nuvens no céu, causando impacto direto no gene recessivo. Com esse cenário será cada vez menor a quantidade de pessoas que carregarão o código genético, estabelecendo sua contingência.

Olhos azuis cada vez mais raros
Além da coloração ruiva, acredita-se que os olhos azuis também estão sob o risco de extinção com o aumento de dias mais iluminados e quentes. Contudo, como se trata de mutação genética, cientistas estimam que o processo de desaparecimento dessas características leve centenas de anos para ser concluído.

Veja alguns ruivos famosos:

Nicole Kidman

Ed Sheeran

Lindsay Lohan

Nando Reis

Marina Ruy Barbosa

Príncipe Harry

Hayley Williams

Rupert Grint

Julianne Moore

Kirsten Dunst

Leia também: Exigências nos camarins dos famosos relacionadas a ar-condicionado

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *