Redação WebArCondicionado, com informações da Midiamax e do G1

 

 

Com os meses mais quentes do ano chegando, dirigir sem ar-condicionado pelas ruas das cidades fica bem mais desagradável. Sem climatização no veículo, os trajetos são muito mais cansativos e parece que levamos ainda mais tempo para chegar até o destino.

Já há algum tempo, até os modelos mais populares têm o acessório oferecido de fábrica – mesmo que seja como opcional. Mas e se o carro não tem o sistema de climatização? Vale a pena instalar um aparelho de ar condicionado?

Todo veículo está preparado para receber ar-condicionado?

Dependendo do veículo, todo o projeto de elétrica e de vedação, por exemplo, não foi nem mesmo pensado para ter um sistema de climatização em funcionamento. Instalar um aparelho de ar-condicionado, então, prejudicaria (ou sobrecarregaria) o desempenho do carro, além do próprio ar-condicionado funcionar abaixo do esperado.

Além disso, todo o sistema de ar-condicionado pesa e consome potência do motor. De uma maneira muito geral, a instalação fora da fábrica precisa ser vista com muita cautela. Ressalvas feitas, dá pra responder que, sim, todo veículo pode receber ar-condicionado para refrigeração dos passageiros.

Alguns veículos vão exigir mais intervenções do que outros, e por isso sempre é preciso ver caso a caso os desafios da instalação do ar-condicionado em uma oficina especializada. Os modelos de veículos sem o acessório, mas que tinham a opção de ter o ar-condicionado de fábrica, já costumam ter uma estrutura mais adequada para receber o item.

Há quem diga que, além do conforto extra para o dono, a instalação vai ajudar o carro a ter um preço melhor em uma futura venda do veículo. Faz sentido. Mas, por outro lado, esse é um ponto controverso, já que uma parte das pessoas vê o ar-condicionado que não é de fábrica com maus olhos.