Atualizado em 07/04/2020 por Gabriela Giacomini
Redação do WebArCondicionado

Se você está procurando informações sobre disjuntor para ar-condicionado, lembre-se em primeiro lugar que a instalação elétrica está ligada diretamente à durabilidade e ao desempenho dos condicionadores de ar. Sejam eles tipo Split ou Janela.

disjuntor-para-ar-condicionado

Confira a tabela de disjuntor para ar-condicionado a seguir no texto – Imagem: WebArCondicionado

Por isso, na hora de instalar um aparelho, o profissional técnico deve avaliar itens como tensão da rede, voltagem do equipamento e localização das unidades.

Algumas questões úteis serão levantadas neste texto a fim de orientar profissionais e usuários. Lembrando que todo o processo de instalação deve ser feito por um profissional habilitado.

Disjuntor para Ar Condicionado: Por que utilizar?

Todo ar condicionado deve ser ligado a um disjuntor, pequena caixa com um interruptor que fica próximo do aparelho.

O disjuntor serve para proteger os circuitos, isto é, quando a intensidade da corrente elétrica ultrapassa o limite ele desarma automaticamente, preservando o eletrodoméstico de curtos circuitos e aquecimentos.

Existem diversos tipos de disjuntores, sendo o termomagnético o mais usado no Brasil em instalações residenciais.

Cada qual com o seu igual

Por puxarem muita energia, cada ar-condicionado deve ser instalado a um disjuntor exclusivo. Essa segmentação de disjuntores por eletrodomésticos e ambientes serve para proteger o circuito elétrico do imóvel.

Profissionais recomendam que quando mais segmentado for o sistema elétrico melhor, mantendo cada equipamento em um circuito individual.

Amperagem: Tabela de disjuntores

Cada disjuntor tem uma amperagem que deve ser definida de acordo com a potência do eletrodoméstico a ser ligado. No caso dos condicionadores de ar, os próprios fabricantes indicam no manual ou na etiqueta da condensadora qual a amperagem necessária.

Mas em média, para aparelhos de 9.000 BTUs usa-se disjuntores de 10 a 15A. Num modelo de 18.000 BTU, 20A atende a tensão solicitada tranquilamente.

Disjuntor em ar condicionado janela

Cada ar-condicionado precisa ter um disjuntor exclusivo – Imagem: Reprodução

Cuidado com as Irregularidades

No entanto, muitos técnicos não cumprem as indicações e acabam fazendo instalações erradas que comprometem o ar-condicionado. Alguns deles colocam dois ou mais aparelhos em um disjuntor só, elevando a amperagem do dispositivo.

Ou ainda há quem não use disjuntor na instalação, o que pode comprometer a vida útil do aparelho, pois ele fica sem proteção no circuito.

Adaptação da rede para Splits 220v

A maioria dos Splits só podem ser instalados em redes bifásicas ou trifásicas, considerando que são poucos os Splits de 110v.

Então quem tem imóvel monofásico (110v) e irá instalar um split de 220v precisa solicitar junto à concessionária de energia a liberação de mais uma rede, tornando assim sua residência bifásica (220v).

Assim que liberado, o morador deve contratar um eletricista para preparar as esperas que receberão o Split. Só assim o técnico em climatização tem o sinal verde para instalar o Split.

Exceções à regra

A potência também vai influenciar no tipo da rede utilizada. Segundo profissionais de HVAC, a grande maioria dos equipamentos com até 30.000 BTUs podem ser ligados em rede bifásica. Potências acima disso necessitam de rede trifásica (380v).

Contudo, essa regra pode perder a validade levando em conta algumas especificações contidas em alguns produtos de determinados fabricantes. O melhor é seguir o recomendado nos diagramas elétricos ou manual técnico do ar-condicionado.

Agora que você está por dentro das informações sobre disjuntores para ar condicionado, acesse o espaço de Conhecimento Técnico em nosso Fórum e converse com instaladores para resolver possíveis dúvidas.