Global Industry Analysts, empresa norte-americana de pesquisa de mercado, divulgou o relatório “Sistemas de ar condicionado – Trajetória e análise de mercado global”

Mercado Sistemas de Ar Condicionado

Embora o ar-condicionado esteja associado ao processo de resfriamento, tem se tornado comum interesse em outros atrativos do sistema, como o aquecimento, a ventilação, o controle de umidade e a limpeza do ar. Além disso, a atenção para a conscientização sobre a eficiência energética ganha cada vez mais destaque. Isso ocorre pelo aumento das contas de energia e pelos das mudanças climáticas. Em 2020, o mercado global de sistemas de ar condicionado era estimado em 107,9 milhões de unidades. A projeção da Global Industry Analysts é que salte para 148,7 milhões de unidades até 2026.

Estimasse que no Brasil existam cerca de 28 milhões de aparelhos de ar-condicionado e 14,3 milhões nos Estados Unidos. Em 2026, na China, é estimado que sejam 65,9 milhões de unidades. Outros países que prometem crescimento considerável são Japão e Canadá.

Aparelhos residenciais devem chegar a 132,4 unidades

Conforme o documento, em 2020, espera-se que o mercado mundial de ar-condicionado residencial esteja na faixa de 94,3 milhões de unidades. A expectativa para 2026 é que chegue em 132,4 milhões de unidades, conforme o relatório.

A China possui a maior fatia do mercado de condicionadores de ar, respondendo por 45,3% das vendas globais em 2020. Em 2026, os aparelhos residenciais na China devem representar 62,9 milhões de unidades.

Redação WebArCondicionado