Atualizado por Yuri Correa em 02/12/2019
Redação do Portal WebArCondicionado

No verão, quando o assunto é motociclismo, não é só o piloto que sofre com o calor dos equipamentos de proteção. Os próprios veículos, as motocicletas em si, também passam mais trabalho nessas condições e devem estar sob cuidados especiais.

Vamos entender quais?

É importante notar os efeitos da temperatura na sua moto, porque a falta de atenção com isso pode resultar em algumas peças com desgaste acentuado e até mesmo sem eficiência. Os sistemas de lubrificação e de refrigeração também merecem cuidados diferenciados nessa estação, pois são eles que ajudam a manter o motor na temperatura adequada.

Para evitar que problemas aconteçam com a sua motocicleta, separamos algumas dicas essenciais para preservar esse veículo no verão, se liga:

Dicas para proteger a Moto do calor

Lubrificação

Essencial para garantir a durabilidade da moto, a lubrificação correta reduz o atrito entre as peças e auxilia na refrigeração do motor. Por causa disso, sua importância aumenta no verão, principalmente nas motos que trafegam no trânsito pesado.

Para mantê-la em equilíbrio, verifique o nível do óleo diariamente e complete-o caso seja necessário.

Refrigeração

A temperatura do motor pode ultrapassar facilmente os 100°C, assim a moto acaba perdendo desempenho.

No caso de modelos com arrefecimento líquido, é fundamental verificar constantemente o nível de fluido: caso esteja próximo ou abaixo da marca inferior, deve-se completar até a marca superior com 50% de etilenoglicol (ou coolant) e 50% de água destilada.

Em emergências, é aconselhável utilizar água destilada ou filtrada, já que a água corrente, com cloro e outros sais minerais, pode corroer o motor.

Desgaste dos comandos

Botões, chaves do guidão, manoplas e espelhos retrovisores podem perder a cor original se expostos ao sol por longos períodos. Se o material for de baixa qualidade é ainda pior, pois os botões de farol e de seta podem trincar.

Por causa disso, evite que sua moto fique muito tempo exposta ao sol. Hidratar as peças com silicone líquido pode ser uma boa arma contra o ressecamento.

Transmissão final

Coroa, corrente e pinhão são peças que também sofrem muito com o calor. O conjunto é responsável pela transmissão do movimento do câmbio para a roda. Nesse mecanismo, a corrente é submetida a um atrito muito forte, que gera calor.

Se não houver uma lubrificação adequada, a temperatura extremamente elevada levará os componentes a dilatar, ocasionando desgaste prematuro. Portanto, ter a corrente lubrificada é crucial nesse processo.

Bancos

A maioria dos assentos de motocicletas é confeccionada em curvim, que é sintético e resistente, mas suscetível à ação dos raios solares. Se exposto por muito tempo ao sol e à chuva, o tecido pode rachar e rasgar, fazendo a espuma apodrecer por infiltração de água.

Mais uma vez reforçamos que sua moto fique preferencialmente em áreas de sombra para evitar incidentes. É importante também que o banco fique sempre coberto com pano ou papelão.

Pneus

Nas condições de calor, andar com calibragem baixa acelera o desgaste, aumentando o consumo e além de tudo correndo o risco de provocar acidentes em situações extremas. Calibrar os pneus com a pressão indicada pela montadora é garantia de segurança e não pode deixar de ser feita.

E aí, você conhece mais algum cuidado que deva ser tomado com as motocicletas no verão? Conta aqui nos comentários!