Como sabemos, o ar-condicionado é importantíssimo para nosso conforto térmico. Atualmente não há como imaginar trabalhar em diversos locais sem que o ar esteja ligado ou até mesmo chegar em casa após um dia exaustivo, sentar no sofá e ligar o ar-condicionado. Com certeza essa sensação é maravilhosa. Mas e se o aparelho não estiver gelando o ambiente? O resultado disso pode ser a falta de gás refrigerante no equipamento. Hoje vamos falar sobre a quantidade de gás no aparelho de ar condicionado.

Qual o gás refrigerante vai no meu ar-condicionado?

Os gases refrigerantes, também conhecidos como fluidos refrigerantes, são essenciais para que o ar-condicionado consiga cumprir seu papel de climatizar o ambiente. Os gases mais utilizados nos aparelhos residenciais são o R22 e o R410a. O primeiro, o R22, está de saída do mercado, conforme o Protocolo de Montreal, e o segundo, o R410a, atualmente é o mais utilizado. Ainda tem o R32 que vem ganhando espaço e logo promete estar mais difundido entre os aparelhos no Brasil.

Leia também: A mudança do fluido refrigerante R410a pelo R32

Quanto tempo dura o gás para ar-condicionado?

Quando seu aparelho está com as condições adequadas, a instalação está correta e não houve nenhum avaria, tanto no aparelho como em suas tubulações, o gás não acaba. Ele até se transforma dentro do aparelho, indo de líquido para gasoso, de gasoso para líquido, mas ele não sai do aparelho, a não ser que haja algum vazamento.

Se o aparelho não está refrigerando o esperado, há grandes chances de o gás ter vazado devido há algum problema. O ideal é chamar um profissional técnico para avaliar qual medida deverá ser tomada.

Claro, existem outras razões para o mal funcionamento, como falta de limpeza, bloqueio das saídas de ar, entre outros.

Leia mais: Quanto Tempo dura o Gás do meu Ar-Condicionado?

Qual a quantidade de gás vai no ar-condicionado?

A quantidade exata de gás refrigerante (fluido refrigerante) que vai no aparelho de ar condicionado varia muito de modelo e marca, mas calma. Vamos ajudar você a sanar essa dúvida.

O procedimento correto é verificar na etiqueta do aparelho. Geralmente, ela diz a quantidade ideal para aquele modelo em específico. Essa etiqueta adesiva fica na maioria das vezes na condensadora (unidade externa), mas por vezes pode se encontrar também na evaporadora (unidade interna). Algumas marcas colocam essa informação também no manual do aparelho.

Para que você tenha ideia de como pode variar essa quantidade, pesquisamos alguns modelos: Falando do gás refrigerante R22, observamos um modelo Springer Midea de 9mil BTUs, que dizia na etiqueta que a quantidade de gás refrigerante era de 420g. Em aparelhos de 12mil BTUs, das marcas LG e Samsung, eles continham a informação da quantidade ser de 560g e 620g, respectivamente.

Já em aparelhos pesquisados que utilizam o gás refrigerante R410a, observamos um LG Inverter de 9mil BTUs que continha 650g (aparelho da imagem acima) e ares-condicionados de 12mil BTUs das marcas LG e Electrolux, que continham 800g e 755g, respectivamente.

Leia mais: Como realizar a carga de gás no ar-condicionado Split

Como vimos, varia muito, então tenha muito cuidado ao observar essa informação. Geralmente os profissionais mais experientes já tem uma boa noção da quantidade exata, mas nunca deixe de olhar a etiqueta adesiva ou o manual do aparelho.