Atualizado em 17/11/2020

Redação WebArCondicionado

Você sabia que a cor das paredes das nossas casas e prédios podem ajudar a gastar menos energia com o ar-condicionado e com as lâmpadas?

Isso mesmo. A explicação é que os tons das tintas interferem na absorção do calor do sol pelas paredes. E, também, na propagação da luz dentro dos ambientes. Como regra geral, as cores claras absorvem menos calor e refletem mais a luz. Com isso, o gasto com climatização e com iluminação elétrica fica menor no fim do mês.

Uma pesquisa de doutorado feita pela engenheira Kelen Dornelles, na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), mediu a quantidade de calor absorvida por algumas das cores de tintas mais usadas nas construções do país.

Melhor desempenho do ar-condicionado

A maior (ou menor) absorção do calor do sol pelas paredes é influenciada principalmente pela cor das paredes externas da edificação. Mas a cor da pintura interna tem, também, influência na temperatura.

As cores mais claras fazem as paredes absorverem menos calor. Assim dá para usar o ar-condicionado em um potência mais suave para refrigerar o ambiente com menos gasto de eletricidade.

Menor uso de luz elétrica

Cores claras nas paredes dos cômodos da casa (e também nos móveis, cortinas e outras superfícies) ajudam muito a propagar a luz natural. Isso, é claro, diminui a necessidade de acender as lâmpadas durante o dia.

E mesmo à noite, um quarto com paredes escuras precisa de lâmpadas mais potentes para dar a mesma claridade de um quarto com paredes claras.

Qual é o desempenho térmico das principais cores?

A pesquisa mediu, em números, a alta absorção de calor em fachadas pintadas com cores escuras. Um fachada preta, por exemplo, absorve 98% do calor do sol. Outros exemplos medidos no estudo:

– cinza escuro: 90%;
– verde escuro: 79%;
– azul escuro: 77%;
– amarelo escuro, marrom e vermelho escuro: 70%.

Entre as cores com melhor desempenho térmico, estão o branco (absorve cerca de 20% do calor solar), o amarelo-claro, pérola e marfim (todas com 28%), e o palha (30%).

Que tal, então, pensar na próxima pintura levando isso em conta?