Redação WebArCondicionado

Leve em conta a capacidade elétrica do prédio e as regras para a localização da parte externa do aparelho

Ter um aparelho de ar-condicionado no apartamento é um grande alívio em um país tropical como o Brasil, ainda mais no verão. Mas a instalação pode enfrentar alguns impedimentos: quando a estrutura elétrica ou o regimento não preveem a instalação do aparelho.

Algumas edificações não contavam com a instalação de ar-condicionado nos seus projetos. Essa limitação é por conta de uma economia na infraestrutura elétrica necessária. Com aparelhos de ar-condicionado funcionando nos apartamentos, aumenta a demanda – e aí pode ser necessário, por exemplo, cabos com maior bitola e disjuntores dedicados aos equipamentos de climatização.

O que, fazer, então? É possível ou não instalar aparelhos de ar-condicionado no apartamento?

Infraestrutura elétrica do condomínio

O primeiro passo antes de pensar em instalar um ar-condicionado no seu apartamento é ver se o prédio tem rede elétrica com capacidade para suportar a carga de energia necessária.

A infraestrutura elétrica deve atender, a princípio, o funcionamento de aparelhos de ar-condicionado em todos os apartamentos. Não é porque o prédio tem climatização em áreas comuns, portanto, que ele comporta ar-condicionado nas unidades. Normalmente, uma consulta ao zelador ou ao síndico do prédio já resolve essa dúvida.

Se infraestrutura elétrica do prédio não comporta ar-condicionado nos apartamentos, não fure esse limite. A sobrecarga pode provocar queda dos disjuntores, curto-circuitos e até incêndios.

A rede elétrica do meu condomínio não comporta ar-condicionado. O que fazer?

Aumentar a capacidade elétrica de um edifício sempre é possível. Mas esse tipo de reforma pode ter um custo bastante alto.

A estimativa de gastos para os condôminos depende do número de apartamentos, de quais elementos precisam ser substituídos e, ainda, de quais interferências são necessárias na edificação para toda a intervenção.

Essa reforma precisa ser aprovada, é claro, pela assembleia do condomínio.

Estética das fachadas

Além da infraestrutura elétrica do prédio, também é preciso ver quais são as regras do prédio para a instalação dos aparelhos de ar-condicionado.

Os condomínios precisam aprovar quais modelos de aparelho são permitidos e onde podem ser instaladas as suas partes externas (condensadoras). Alguns prédios só aceitam que a condensadora fique na varanda dos apartamentos, sem avançar para a fachada.

Outros já aceitam que ela fique exposta na fachada, desde que seja em um local pré-determinado pelo regimento.