Atualizado em 23/08/2019 por Gabriela Giacomini
Redação do Portal WebArCondicionado

Já tratamos aqui sobre disjuntores e a corrente elétrica necessária para cada potência de ar-condicionado. No entanto, esclarecer a bitola adequada na fiação também é de grande relevância na instalação e consequente funcionamento do aparelho.

Cabos de bitola inferior ao aconselhável poderão ser danificados ao longo do tempo de uso do ar-condicionado, assim como os próprios equipamentos correm o risco de não funcionar corretamente.

Mas antes de apresentar os números adequados para cada corrente elétrica (amperagem) – definida pela potência do ar-condicionado – é importante esclarecer também mais especificamente a função da bitola no desempenho do aparelho.

Qual a função da bitola

Esse item corresponde ao diâmetro do fio elétrico, podendo ser mais fino ou mais grosso dependendo da corrente elétrica que irá conduzir. Portanto, quanto maior for o diâmetro da bitola do fio ou cabo, maior será sua capacidade de passagem de correntes de eletricidade.

Podemos perceber isso ao olharmos o fio de um chuveiro elétrico, por exemplo, em comparação com o fio da iluminação: por conduzir uma carga de eletricidade mais elevada, seu fio é mais grosso do que o responsável por transmitir a luz.

Resumindo, assim como o diâmetro de um cano é determinado em função da quantidade de água que passa em seu interior, a bitola de um condutor elétrico depende da quantidade de elétrons que por ele circula (corrente elétrica).

Disjuntor X bitola X corrente elétrica

Por causa disso, para saber qual a bitola adequada para a potência do seu ar-condicionado, deve-se considerar o disjuntor do aparelho a ser instalado.

Lembre-se que o valor do disjuntor expresso em ampères deve ser sempre compatível com a bitola do fio, sendo que ambos dependem da corrente elétrica que circula na instalação.

Toda vez que a corrente circula pelo fio condutor, ele se aquece devido ao atrito dos elétrons em seu interior. No entanto, há um limite máximo de aquecimento suportado pelo fio ou cabo, que se ultrapassado faz com que ele comece a se deteriorar. Nessas condições, os materiais isolantes se derretem, podendo provocar choques e causar até mesmo incêndios.

Portanto, para evitar que os condutores se aqueçam acima do permitido, é importante respeitar os padrões de corrente elétrica do disjuntor, utilizando a bitola adequada para cada potência de ar-condicionado.

Tabela de bitola para o ar-condicionado

Abaixo segue a relação dos aparelhos seguida da corrente elétrica com a bitola, expressa em milímetros quadrados, recomendada para cada caso (ATENÇÃO: EM APARELHOS 220V):

Ar-condicionado 7.500 BTU – 2,5 mm²
Ar-condicionado 10.000 BTU – 2,5 mm²
Ar-condicionado 12.000 BTU – 2,5 mm²
Ar-condicionado 15.000 BTU – 2,5 mm²
Ar-condicionado 18.000 BTU – 2,5 mm²
Ar-condicionado 21.000 BTU – 4,0 mm²
Ar-condicionado 24.000 BTU – 4,0 mm²
Ar-condicionado 30.000 BTU – 6,0 mm²

Agora que você conhece qual a bitola ideal para a instalação do ar-condicionado, compartilhe esse conteúdo com quem se interessa.