Evento é organizado pela Super Ar e reúne empresários e profissionais do setor

Expedição do Clima no Jalapão

Expedição do Clima vai explorar Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins/Imagem: Reprodução Super Ar

 

Entre os dias 6 e 16 de agosto acontece a Expedição do Clima no Jalapão. Organizada pela oficina e escola de climatização e refrigeração e veicular Super Ar, a atividade objetiva alertar para os problemas ambientais ocasionados pelos Gases de Efeito Estufa (GEE).

A Expedição do Clima no Jalapão vai reunir empresários e profissionais do setor em apoio à aprovação da Emenda de Kigali no Congresso Nacional. Se reconhecido, o documento trará benefícios ao meio ambiente e às indústrias do segmento AVAC-R no Brasil.

No Brasil, ao menos 50 milhões de carros, ônibus e caminhões liberam o fluido refrigerante R-134a – hidrofluorcarbono (HFC) – na atmosfera. Nos próximos anos, o poluente vai dar lugar ao R-1234yf – hidrofluorolefina (HFO) – de menor potencial de aquecimento global.

Em relação ao transporte refrigerado, é o HFC R-404A que vai ser alterado pelo fluido refrigerante menos poluente. Inclusive, as indústrias automotivas dos Estados Unidos, da Europa e da Ásia usam o R-1234yf.

Com saída de São Paulo, a Expedição do Clima no Jalapão percorrerá quase mil quilômetros no Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins (TO). Quem participar da experiência vai conhecer trilhas, dunas, desertos e comunidades quilombolas da região.

Emenda de Kigali

Em tramitação na Câmara dos Deputados desde 2019, a Emenda de Kigali pretende reduzir a produção e o consumo de hidrofluorcabonos (HFCs) e está em vigor em mais de 100 países. Com a sua ratificação, as indústrias brasileiras vão receber US$ 100 milhões de dólares.

Os recursos serão direcionados à preservação do meio ambiente e sairão do Fundo Multilateral para Implementação do Protocolo de Montreal. O objetivo final é diminuir em 80% o índice de consumo dos gases até 2045.

Redação WebArCondicionado – Com informações da Super Ar