Entre os gases refrigerantes estão o R-134A, o R-407A e o R-410A
EUA anuncia normas para cortar 85% dos HFC’s

EUA anuncia normas para cortar 85% dos HFC’s.

Conforme o Protocolo de Montreal, a substituição por gases refrigerantes menos agressivos ao meio ambiente segue ativa. Os EUA anuncia normas para cortar em 85% a utilização dos HFC’s (hidrofluorcarbonetos), nos próximos 15 anos.

Se a meta for cumprida, pode evitar o acréscimo de 0,5°C na temperatura do planeta. Entre os HFC’s estão os gases refrigerantes R-134A, R-407A  R-410A.

Agência de Proteção Ambiental (EPA) afirma que as normas começarão a valer em 2022. No primeiro ano, a intenção é reduzir em 10% a emissões de hidrofluorcarbonetos.

Segundo a Agência, a intenção é de diminuir 70% o uso até 2029. Para alcançar o objetivo, a EPA vai revisar a regra constantemente para manter em dia a meta de redução das emissões.

Estima-se que o programa vai atenuar a emissão de 4,6 bilhões de toneladas de CO2. Essa quantidade equivale a aproximadamente três anos comparado ao lançado pelo setor de energia americano, considerando o número de 2019.

De acordo com Michael S. Regan, administrador da EPA, cortar os “superpoluentes” climáticos protege o meio ambiente, fortalece a economia e demonstra que os Estados Unidos pretende liderar a discussão em torno das mudanças climáticas e da redução do aquecimento nos próximos anos.

A EPA estima que em 28 anos de aplicação, o programa irá gerar uma economia de aproximadamente de US$ 272 bilhões de dólares. Acredita-se que com as normas, novas tecnologias menos poluentes serão desenvolvidas.

Para impedir o comércio e as importações ilegais de hidrofluorcarbonetos, a Agência de Proteção Ambiental vai trabalhar com o Departamento de Segurança Interna (DHS).

O governo do país tem dado atenção especial ao meio ambiente. Exemplo disso são os apoios a pesquisas ou a compras de substâncias capazes de substituir os gases mais prejudiciais.

Redação WebArCondicionado