Atualizada em 26/11/2020

Os instrumentos musicais exigem cuidados todo especiais quando o assunto é temperatura. É necessário cuidar especialmente da variação, que acaba influenciando a afinação das guitarras, violões, baterias e pianos.

Por isso na hora de ensaiar ou realizar uma gravação, o estúdio deve estar cuidadosamente climatizado.

É aí que entram os aparelhos de ar condicionado, fundamentais em ambientes com isolamento acústico. É preciso saber usá-lo com moderação para não comprometer a qualidade do som.

Preparo para a climatização é fundamental

Para que algum instrumento não desafine durante a gravação, Roberto Coutinho, produtor e proprietário do Ampli Studio de São Leopoldo (RS), chega a ligar o ar-condicionado duas horas antes de usarem o estúdio, mantendo a temperatura entre 20 e 24ºC, para que a variação não interfira na qualidade do som.

Abaixo separamos a lista dos instrumentos musicais que exigem o uso cuidadoso do ar-condicionado:

Guitarra e violão

Para garantir que o som do seu instrumento esteja em harmonia, não basta trocar as cordas e mantê-las longe da poeira. As mudanças bruscas de temperatura interferem na afinação do instrumento. Em dias mais quentes, por exemplo, a temperatura pode provocar a desafinação, devido à dilatação das cordas tensas, que faz com a força tensora na corda diminua.

Bateria

A pele dos tambores da bateria, que compõe a caixa, tom e surdo, é sensível a grandes mudanças de temperatura, sendo mais frágeis e complicadas de afinar. Scott Johnson, autor da Bíblia para afinar a Bateria explica que em períodos de oscilação climática, as peles sofrem expansão e contração, além de ficarem mais rígidas ou flexíveis. No frio, por exemplo, é necessário esperar que a temperatura da pele, metais e aros estejam próximas da temperatura local.

Piano

A variação de temperatura e a umidade também podem afetar o piano. O ideal é mantê-lo numa sala climatizada, afastado de aparelhos que aquecem e evitar contato com os raios solares, já que além de alterar a afinação pode danificar os acabamentos exteriores.

Restrições na hora de cantar

De acordo com Roberto Coutinho, geralmente os vocalistas possuem restrições quanto ao uso de ar-condicionado. Não só pelas mudanças bruscas, como também o fato do ar ficar deixar mais seco, prejudicando a voz.

Desse modo, para o vocalista manter-se concentrado e com a garganta aquecida durante a gravação, a saída novamente é ligar o ar-condicionado uma ou duas horas antes de usar o estúdio. E nos dias de altas temperaturas, em que é necessário manter o aparelho ligado, existem aparelhos que possuem uma função capaz de diminuir os ruídos enquanto permanecem em funcionamento, impedindo que o barulho do ar condicionado não atrapalhe as gravações.

Benefício do ar-condicionado

Em contrapartida, a baixa umidade criada pelo ar condicionado se torna favorável aos microfones usados no estúdio. Há dois tipos de microfone: os dinâmicos, utilizados em shows, e os condensadores, utilizados para captar maiores detalhes dos sons dos instrumentos e da voz, sendo mais aproveitado no estúdio.

Roberto Coutinho explica que os condensadores são mais sensíveis a fungos, sendo recomendados o uso desses microfones em ambientes mais secos. “Eles são mais caros e a manutenção é um grande problema para um estúdio”. Desta forma, o ar condicionado torna-se um aliado, pois aumenta a vida útil do aparelho.

Finalizando com a entrevista que a equipe do WebArCondicionado realizou com Roberto Coutinho no Ampli Studio em 2012:

Texto criado exclusivamente pelo setor de jornalismo do portal
WebArCondicionado.