Atualizado por Yuri Correa em 13/11/2019
Redação do Portal WebArCondicionado

Orla de praiaComeça o verão, chegam as férias, festas de final de ano e, junto com tudo isso, o calor. Nosso melhor amigo nessas horas é o ar-condicionado. Porém, quem vai à praia ou mora por lá sabe que esses aparelhos enfrentam um vilão terrível: a maresia.

Por causa da proximidade com o mar, o nível de umidade relativa no ar de cidades litorâneas é muito alto. Essa umidade é levada em grandes quantidades pelo vento, criando assim uma massa de água salgada invisível aos olhos que atropela tudo o que estiver no caminho.

E isso que chamamos de maresia.

Quais os perigos da maresia para o ar-condicionado?

A maresia tem o mesmo efeito que o contato direto com a água salgada tem para qualquer material. Ela corrói metais, mofa paredes, apodrece madeira e por ai vai.

A grande briga com o ar-condicionado são os suportes, normalmente feitos de metal. Mas a maresia incomoda os donos desses aparelhos também por causa das peças. Não só o acabamento dos equipamentos costumam ser de metal, como também as tubulações e os componentes eletrônicos.

Placas de controle, inclusive, são grandes vítimas desse fenômeno, pois são mais sensíveis. Ainda assim, a preocupação principal é com os suportes, por motivos óbvios. Se um suporte é corroído pela maresia e perde a capacidade de segurar o aparelho no lugar, o equipamento pode cair e machucar alguém, e se isso não acontecer, com certeza vão haver danos no ar-condicionado.

Instalação e Manutenção de Ar-Condicionado

Quais as soluções?

Unidades de plástico

Uma solução que tem surgido no mercado, são as condensadoras com acabamento de plástico. Esses equipamentos não possuem metal exposto, e por isso são mais indicados para região de grande exposição à umidade e maresia.

Vantagens da tubulação de cobre

A utilização de tubos de cobre é uma solução mais resistente que o alumínio, material mais comum das tubulações de ar-condicionado. Mais resistentes à corrosão por sua composição química, os tubos de cobre são protegidos por uma camada de óxido, tornando-se mais estáveis. Além disso, o alumínio é um material mais barato, mais leve e também menos resistente.

No caso de troca do tubo de alumínio pelo de cobre, é recomendada a limpeza de peças como flangeador, curvador, rebatador e molas. O alumínio deixa poeira residual que pode causar danos ao cobre. Outra dica é ter ferramentas especificas para cada tubo, assim evita a má limpeza dos instrumentos.

Suportes resistentes

Existem diversos tipos de suporte para ar-condicionado e outros tantos tipos de materiais que são usados para fabricá-los. Vai de caso a caso, mas o melhor é usar algum suporte que não seja de metal (ao menos não inteiramente) ou que seja selado com algum tipo de produto para protegê-lo da maresia.

Existem, inclusive, suportes de plástico – mas o tempo de uso é menor, pois ele enfraquece com maior facilidade.

Proteja sua unidade externa

Tem gente que põe sacos de plástico na condensadora durante os períodos em que o aparelho está parado, tem gente que compra caixas de proteção e manda instalar e tem gente que até prefere tirar a unidade externa do lugar e guardá-la entre um verão e outro.

Nada disso é o ideal, e em especial o saco plástico e a desinstalação não são aconselhadas, mas, de fato, evitam a maresia.

Siga as nossas dicas e aproveite o verão e suas férias sem preocupações! Veja também nossas outras postagens sobre dicas de economia, proteção para ar-condicionado, entre outras.