Redação WebArCondicionado

O ar-condicionado em caminhões é um equipamento que se difundiu muito nas últimas décadas, sendo que hoje a maioria dos caminhões vem com ar-condicionado de fábrica. Porém, o funcionamento por longas viagens e esse contato do motorista com aparelho pode gerar diversas doenças relacionadas a falta de manutenção e cuidados essenciais com o equipamento.

Leia também: Ar-Condicionado em Máquinas Agrícolas

Cinco cuidados com o ar-condicionado de caminhão

1 – Substituição do filtro de cabine

O filtro de cabine (ou antipólen) é semelhante ao filtro de ar do motor e foi criado originalmente para auxiliar o bom funcionamento do ar-condicionado. Esses filtros contribuem para reter impurezas e odores indesejáveis.

Um cuidado específico dos filtros de cabine é que eles não tem um prazo determinado para troca, já que a substituição está muito mais ligada ao local onde o caminhão trafega, se foram em estradas de terra, onde houveram poeira, etc. Essas características fazem com que o filtro seja trocado em menor tempo.

Vale lembrar que o filtro sujo interfere no fluxo de ar e também na proliferação de bactéria que podem causar doenças respiratórias.

2 – Ligue do ar, mesmo no inverno

Como em muitos casos os caminhões passam por estradas que geram muita poeira, essa sujeira acumula no sistema de ar-condicionado. Sendo assim, é interessante não ficar muito tempo sem ligar o aparelho, mesmo que seja no inverno, pois é necessário o ar circular para que não acumule essa sujeira e consequentemente não gere doenças respiratórias.

Além de doenças e sujeira, ligar o ar-condicionado do caminhão pelo menos uma vez por semana, faz com que o lubrificante e o gás refrigerante do aparelho se movimentem, com o objetivo de não ressecar peças e evitar problemas mecânicos.

3 – Tenha atenção ao ligar o ar que ficou sob sol forte

Quando o motorista estaciona o caminhão para almoçar, por exemplo, e o veículo fica exposto ao sol forte, é ideal que ao retornar ao caminhão, primeiro o motorista abra os vidros, deixe o ar externo circular, retirar esse ar quente e só depois ligue o ar-condicionado.

Dessa forma, o motorista fará com que o ar tenha menor esforço para climatizar a cabine, gasta menos combustível e ajuda na vida útil do aparelho.

4 – Desligar o aparelho pouco antes de desligar o caminhão

Uma dica para a utilização do ar-condicionado e a garantia do seu bom funcionamento é que ele seja desligado pouco antes de desligar o caminhão. Durante trajetos percorridos pelos caminhoneiros, podem surgir diversas necessidades de parada, como abastecimento, paradas para dormir, se alimentar, etc. O ideal é que alguns minutos antes dessa parada seja desligado o ar-condicionado. Dessa forma não haverá aumento de umidade presente na tubulação e não haverá proliferação de fungos dentro do sistema de ar-condicionado.

5 – Revisões do sistema

Além de trocar filtros e demais cuidados básicos, realizar revisões no ar-condicionado do caminhão semestralmente é essencial. Vale lembrar que muitos motoristas passam horas e horas dentro do caminhão e muitas vezes passam por locais com poeiras, sendo assim, o cuidado com as revisões de sistema é essencial.

Além da revisão, qualquer sinal de mal funcionamento deve gerar atenção do condutor. Irritação no nariz, na garganta ou o aparelho não refrigerando deve ser um sinal de cuidado e que a revisão é necessária.

Leia mais: Conheça como funcionam as câmaras frigoríficas em caminhões

Diante dessas dicas fica claro que os caminhoneiros sempre devem ficar atentos ao sistema de ar-condicionado, pois além de estragar o aparelho, podem gerar doenças ao próprio motorista.