[ x ] Fechar

Vidro de controle solar é opção para reduzir conta de energia

  • 12 de agosto de 2015
  • Nenhum Comentário

Os modelos globais do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) têm mostrado que até 2100 a temperatura global pode aquecer entre 1.4 e 5.8 graus Celsius. Além disso, dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) também apontam para valores acima da média normal climatológica, o que causa o aumento de consumo de energia e das emissões de carbono.

Para acentuar ainda mais a situação, o Brasil está vivendo um momento de crise energética, em que o consumo de energia nas residências está ligado não só a aparelhos e eletrodomésticos, mas também aos hábitos do dia a dia. Tendo essa realidade em vista, arquitetos e engenheiros já buscam soluções para encarar as mudanças climáticas, sugerindo vidros de controle solar como uma das boas opções para a construção civil.

Utilidade
Com a função principal de filtrar os raios solares por meio da reflexão da radiação, os vidros entram no mercado para atender projetos que necessitem de um envidraçamento capaz de diminuir o aquecimento nos ambientes sem afetar a entrada de luz. Seja em coberturas ou fachadas, é fato que as áreas envidraçadas estão cada vez maiores, não somente em espaços públicos e edifícios, como também em residências. Consequência direta dos benefícios do material que, entre outras vantagens, permite iluminação natural, reduz a utilização da luz artificial e quando aplicado laminado atua como barreira aos raios ultravioletas (UV) e infravermelho, traz segurança e reduz a entrada de ruídos. Outra vantagem é que todo vidro é 100% reciclável, sendo grande aliado da sustentabilidade.

Benefícios
Solução amplamente explorada em mercados como Estados Unidos e Europa, especialmente em projetos de retrofit, o material está sendo cada vez mais indicado por especificadores e projetistas para aplicação em todos os tipos de obras.

Segundo Bruno Maçães, funcionário da pernambucana Intervidro, o principal benefício no uso do material é a economia na conta de luz, pela redução do uso de ar-condicionado. “Além disso, proporcionam conforto térmico, pela redução da temperatura interna, e conforto visual, devido ao controle da transmissão luminosa”, explica Maçães. Segundo ele, se comparados às películas, os vidros de controle solar podem ser uma melhor opção quanto à durabilidade. “A performance do vidro tem durabilidade vitalícia, já a película tem prazo de validade com custo elevado”, ressalta ele.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *