[ x ] Fechar

Setor de Climatização também está presente no legado da Copa do Mundo no Brasil

  • 15 de julho de 2014
  • Nenhum Comentário

Setor de Climatização também está presente no legado da Copa do Mundo no BrasilOs setores de climatização, como refrigeração, ar-condicionado, aquecimento e ventilação, não ficarão de fora das discussões do que será o “legado” da Copa do Mundo no Brasil. Por conta do evento realizado no país, além das obras dos estádios, diversas outras ligadas a infraestrutura de indústrias e comércio incluíram os sistemas de climatização, o que refletiu positivamente nos negócios do setor de aquecimento, ventilação e ar condicionado (AVAC).

Crescimento
De acordo com estudo realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) o impacto financeiro gerado pela copa, pode chegar a R$ 30 bi para o PIB. Já a consultoria Ernst & Young, chegou à conclusão de que os setores da construção civil, turismo e comércio terão um retorno de R$112,8 bilhões.

O presidente da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (ASBRAV), Luiz Afonso Dias, acredita que mesmo com tantas críticas, a construção dos estádios em regiões pouco ligadas ao futebol, beneficiaram a sociedade, aumentando o patrimônio econômico brasileiro. “Embora existam as críticas, é importante pensarmos nos pontos positivos, ou no aproveitamento que ficará à disposição após a Copa, como a rede hoteleira e os aeroportos que sempre tiveram carências bem acentuadas. É importante destacar que todos estes empreendimentos necessitam de mão-de-obra para sua operacionalidade. São novos negócios que continuarão gerando recursos na economia”, explicou Dias.

Modernização é peça chave no legado
Com a ampla reestruturação e criação dos estádios brasileiros, todo o conforto e remodelagem foram vistos durante os jogos da Copa, mas além da infraestrutura, o legado da climatização está inserido neste cenário de modernização, já que grandiosos sistemas foram instalados nos estádios, onde empresas como Danfoss, Daikin, Carrier, entre muitas outras do setor estiveram presentes. Além disso, a climatização também esteve presente na estrutura dos estabelecimentos pré-Copa, com novas instalações e melhorias em sistemas de ar condicionado em hotéis, restaurantes, transportes públicos, aeroportos e diversos outros locais.

A instalação de sistemas modernos e eficientes, com o objetivo de atender turistas e toda a movimentação do evento com certeza é um legado para o povo brasileiro, que contará para seu benefício próprio de ambientes com melhor climatização e conforto térmico, através de equipamentos modernos e eficientes.

Com tudo isso, ficou mais do que provado que as empresas do setor de climatização e refrigeração estão preparadas para atender as exigências dos padrões internacionais para o próximo grande evento esportivo que será realizado no país, as Olimpíadas de 2016.

Leia também:

Copa do Mundo: Saiba quando o ar condicionado virou notícia na competição

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *