Olimpíadas Rio 2016: O ar-condicionado também foi manchete em vários momentosMais uma vez o nosso país foi um ótimo anfitrião. Dois anos após a Copa do Mundo ser um sucesso, foi a vez da Olimpíadas Rio 2016 nos surpreender.

O momento econômico e político do País não era dos melhores, mas isso tudo foi superado pela hospitalidade, dedicação e entrega dos brasileiros. Foi um grande espetáculo!

Mas nós não estamos aqui para falar de esportes, queremos lembrar que, além dos atletas, dos jogos e das medalhas, várias vezes o nosso amigo ar condicionado também foi notícia, desde bem antes dos jogos começarem. Por isso, vamos recordar os principais momentos em que a climatização virou manchete, provando mais uma vez sua importância frente a uma competição mundial, onde milhares de pessoas de diversos países e acostumadas com climas tão variados se encontraram.

Ventilação nas quadras de competição foi testada em novembro de 2015 Ventilação nas quadras de competição foi testada em novembro de 2015

Durante o evento teste, realizado no final do ano passado, um dos itens mais importantes que foram testados foi a ventilação nas quadras de competição. Para alguns esportes, que necessitam de uma ventilação mais controlada, como o badminton, foi preciso algumas alterações.

Foi cogitada a hipótese de os atletas terem que pagar para ter ar condicionado nos quartosFoi cogitada a hipótese de os atletas terem que pagar para ter ar condicionado nos quartos

Essa notícia também surgiu em novembro de 2015. O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos divulgou que a climatização nos quartos dos atletas teria que ser suspensa, ou instalada apenas para aqueles que aceitassem pagar por ela, pois os gastos na realização do evento deveriam ser reduzidos.

Na semana seguinte, após muitas reclamações e uma reunião com representantes do COI (Comitê Olímpico Internacional) eles voltaram atrás e informaram a decisão de que os quartos dos atletas teriam ar condicionado sim, e que os competidores não iriam precisar pagar pelo conforto.

Em fevereiro Komeco anunciou que seria fornecedora oficial de ar-condicionado e aquecedores das Olimpíadas Em fevereiro Komeco anunciou que seria fornecedora oficial de ar-condicionado e aquecedores das Olimpíadas

Komeco assinou em fevereiro o contrato de Fornecedor Oficial na categoria de equipamentos de ar condicionado e aquecedores de água para os Jogos. Sua responsabilidade foi climatizar os ambientes e aquecer a água da Vila Olímpica.

Após a notícia da desistência de cobrar por ar-condicionado nos quartos dos atletas, mais de 20 mil equipamentos de ar condicionado e aquecedores de água a gás, foram usados para o conforto deles.

Para os Jogos Paralímpicos a climatização foi aprovada por todas as seleções de rúgbi em evento teste

Praticamente todos os jogadores de rúgbi de cadeira de rodas são atletas tetraplégicos, ou seja, eles não possuem um controle térmico corporal, não transpiram.  O que torna a climatização um fator essencial para eles.

Os jogos Paralímpicos ainda não iniciaram, mas essa notícia foi manchete em março, durante o evento teste. A climatização da Arena foi aprovada por todas as delegações. A temperatura está programada para 24ºC e nenhuma delas teve problemas.

Ventilação do Estádio Aquático era discutida em abrilVentilação do Estádio Aquático era discutida em abril

Para amenizar o calor no interior do estádio Olímpico de Esportes Aquáticos, não houve instalação de um sistema de ar condicionado por conta do custo elevado que teria. Apenas ventiladores foram usados, e somente para os atletas.

A informação de que seria dessa forma foi levada ao conhecimento do público em abril, pelo diretor-executivo da Federação Internacional de Natação (Fina), Cornel Marculescu e gerou polêmica.

Equipamentos de grande porte foram fornecidos pela Midea

A Midea foi a marca escolhida como principal fornecedora de equipamentos VRF (com fluxo refrigerante variável) e unidades de Chiller, pelas empresas que ganharam a licitação para instalação de sistemas de ar condicionado. De acordo com a fabricante, a “marca garantiu sua participação em 98% dos projetos, nas áreas reservadas para as competições e também em outras instalações do evento”.

O Parque Olímpico da Barra, os centros de treinamento, um hotel, um espaço para a mídia e o Parque Olímpico de Deodoro foram alguns dos locais que receberam os produtos. A notícia foi manchete em abril.

Gree é fornecedora oficial de ar-condicionado industrial Gree é fornecedora oficial de ar-condicionado industrial

Pouco antes do início dos Jogos Olímpicos, em julho, a Gree anunciou que também seria fornecedora oficial, ficando responsável por fornecer equipamentos industriais, de alta tecnologia para ambientes fechados. Além disso, a marca também informou que disponibilizaria uma equipe técnica para prestar todo o suporte durante a competição.

Primeira reclamação: Seleção masculina de vôlei reclama da climatização em 1º treino no MaracanãzinhoPrimeira reclamação: Seleção masculina de vôlei reclama da climatização em 1º treino no Maracanãzinho

Durante o primeiro treino no Maracanãzinho, onde estrearia na mesma semana, contra o México, alguns atletas se sentiram desconfortáveis com o sistema de climatização da arena. Segundo eles, o vento estava muito forte e chegou a atrapalhar algumas jogadas. “A climatização está um pouco forte, a bola mais alta vem variando. Eu sofri um pouco. Fiz umas bolas a mais no final para sentir se era isso mesmo, você vê pelas bandeiras que o vento está bem intenso”, disse o levantador William Arjona.

O que incomodou os atletas não foi a temperatura do ar condicionado, mas a força do vento. Como foram apenas dois jogadores que estranharam, o técnico Bernardinho decidiu não levar a reclamação a organização do evento e depois disso, não surgiram mais notícias sobre o assunto.

Atletas cubanos compraram aparelhos de ar condicionado para levar ao seu paísAtletas cubanos compraram aparelhos de ar condicionado para levar ao seu país

Ao chegarem no Rio, alguns atletas da delegação de luta de Cuba compraram aparelhos de ar condicionado em um supermercado na Tijuca para levarem para casa em seu país, quando os Jogos acabarem.

O motivo é que lá os aparelhos custam o dobro do preço que pagamos aqui. “ Os ventiladores também. Como em Cuba é muito quente, eles aproveitaram para comprar aqui”, disse o chefe de delegação, Raúl Trujillo.

Competidores e torcedores passaram calor no Estádio AquáticoCompetidores e torcedores passaram calor no Estádio Aquático

Como contamos anteriormente, o Estádio Aquático das Olimpíadas não tinha ar condicionado. E com a temperatura acima de 33ºC, os torcedores passaram calor, apenas com a ventilação natural.

Os atletas, que contavam apenas com ventilação artificial, também passaram calor, isso porque o sistema não deu conta de diminuir a sensação térmica e os competidores estrangeiros reclamaram.

Mesmo com os pequenos detalhes, o Rio foi palco para momentos emocionantes e inesquecíveis para o esporte. E no que diz respeito a climatização, é impossível agradar a todos, já que na cerimônia de encerramento vimos rostos suados de um lado e pessoas usando luvas do outro, mostrando que a temperatura ideal para um nunca é a mesma que para o outro.

Você lembra de algum outro caso envolvendo climatização? Conte para nós nos comentários abaixo.

Redação do Portal WebArCondicionado.