[ x ] Fechar

Oi corta ar-condicionado e luz para economizar energia e reduzir horas extras

  • 20 de maio de 2015
  • 1 Comentário

Os funcionários da Oi que permanecerem na empresa depois das sete da noite terão de trabalhar sem climatização e no escuro. Isso tudo porque a medida, inserida no programa de redução de custos da operadora telefônica, tem como consequência o corte no pagamento de horas extraordinárias.

Entre outras centenas de decisões para diminuir os gastos, estima-se que o corte atinja cerca de 17 mil funcionários da empresa brasileira de telecomunicações, deixando-os trabalhar sem ar-condicionado se ficarem nos escritórios até depois do horário de serviço.

Além de terminar com as horas extras, também será uma forma de poupar energia. “A primeira vez que se apagaram as luzes, as pessoas queriam ficar a trabalhar. Então começaram a acender isqueiros. Mas agora os nossos colaboradores já percebem que o trabalho tem que ser feito dentro do horário laborar”, disse Bayard Gontijo, presidente-executivo da Oi.

Calor para encerrar o dia de trabalho
“Se uma mesa escura não é o suficiente para lembrar os funcionários de acabarem o seu dia de trabalho após oito horas, a falta de ar-condicionado na sede da empresa, no Rio de Janeiro, irá transmitir claramente a mensagem, sobretudo tendo em conta o calor e a umidade extrema da cidade”, completou o gestor.

O programa de redução de custos da operadora tem como objetivo controlar as contratações, horas extraordinárias, viagens e até mesmo a eletricidade gasta, buscando reduzir as despesas em cerca de 20%.
.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Uma Ideia sobre "Oi corta ar-condicionado e luz para economizar energia e reduzir horas extras"