[ x ] Fechar

Não se pode trabalhar em edifícios com temperatura interna maior que 27º, diz lei espanhola

  • 24 de junho de 2014
  • 1 Comentário

Não se pode trabalhar em edifícios com temperatura interna maior que 27º, diz lei espanholaO calor excessivo causa mal estar em muitas pessoas e, por isso, em muitas cidades quentes é um dos responsáveis pela falta no trabalho ou um mau desempenho nele.

Preocupados com a população, a Espanha criou leis muito rigorosas neste sentido, entre elas, a de que não se pode trabalhar em um edifício com temperatura interna maior que 27 graus.

Devido ao forte calor registrado no país, foi realizada uma pesquisa nas principais cidades espanholas pela Mitsubishi Heavy Industries e Digital, fabricante de equipamentos de ar acondicionado. O mesmo revelou que em 2014 na cidade de Valência, 96 dias no ano seriam perdidos por causa das altas temperaturas, se não fosse pelos aparelhos, como o ar condicionado, que amenizam este problema.

Os 96 dias em que as temperaturas serão as maiores do ano foram distribuídos da seguinte forma: 18 em junho, 31 em julho, 31 em agosto e 16 em setembro. Os meses mais quentes são julho e agosto. Outro dado importante é que a temperatura acima de 27 graus dentro dos prédios ocorre continuamente de 14 junho a 14 setembro e que o pior dia para trabalhar é o dia 15 de agosto onde é estimado no interior dos edifícios a temperatura de 32,3 ° C.

Também de acordo com a pesquisa, 84 dias seriam prejudicados em Madrid, 90 em Barcelona e 142 em Sevilha.

Realizado com a média da temperatura dos últimos 5 anos, o estudo também revelou que o calor dentro dos edifícios estava de 3 a 5 graus acima da média. Por isso, sem ar condicionado, trabalhar durante esses dias nestas cidades é praticamente impossível.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Uma Ideia sobre "Não se pode trabalhar em edifícios com temperatura interna maior que 27º, diz lei espanhola"