[ x ] Fechar

27/08 – Terceiro dia de Mercofrio

  • 27 de agosto de 2014
  • Nenhum Comentário

Nesta quarta-feira (27) ocorreu o terceiro e último dia de Mercofrio. Ao todo foram sete palestras. O Portal WebArCondicionado esteve presente em mais um dia de evento e trazemos agora um pouquinho de cada apresentação.

* ao final desta publicação, você pode acessar como foram os outros dias do evento e seu legado para o setor.

Instalações Hidráulicas
Engenheiro Rafael BurattoO engenheiro Rafael Buratto, diretor técnico da EJR engenharia e representando a Carrier no evento, ministrou a palestra “Soluções para Instalações Hidráulicas em Sistemas de Climatização”.

A palestra foi técnica, citando alguns tipos de válvulas, bombas, chillers e o sistema com agua para a climatização eficiente dos ambientes, além de formas para mitigar a degradação do Delta-T em sistemas de água gelada.

Um exemplo de sucesso citado por Buratto, foi o edifício Carlos Gomes 222, situado em Porto Alegre. No projeto, do engenheiro Vitório Presotto, foram usados dois chillers que operam com eficiência. Todo o sistema do local foi explicado por Buratto em sua apresentação.

Melhores resultados no Retrofit
Ricardo Suppion, da TA HydronicsDemonstrando técnicas e também focando nos sistemas com água, o engenheiro Ricardo Suppion, da TA Hydronics, apresentou “Como Garantir os Melhores Resultados no Retrofiting de Sistemas Hidrônicos”.

Conforme o engenheiro, “os edifícios consomem 40% da energia mundial” e levantou um questionamento interessante para os atuais padrões de crescimento em todos os setores, necessitando de mais energia e, consequentemente, consumindo cada vez mais. “Cada vez é mais difícil gerar energia. Devemos utilizar a que possuímos de uma maneira eficiente, praticar retrofit”.

Isolamento térmico
Engenheiro e professor da Escola Politécnica da USP, Antonio Luis Campos MarianeO engenheiro e professor da Escola Politécnica da USP, Antonio Luis Campos Mariane, representando a Armacell, apresentou a palestra “Novas tecnologias para o Isolamento Térmico de Tubulações e Dutos”

“Na constituição de um projeto, o ideal é que seja levado em conta o custo do ciclo de vida do sistema, não o custo inicial”, disse Mariano. O professor ainda apontou que as propriedades físicas mais importantes nos isolantes térmicos são “as temperaturas de trabalho, a condutividade térmica, a resistência à compressão, a permeabilidade ao vapor d’água e a absorção de água”.

Novidades sobre a nova versão do LEED.
Matt ChmielewskiMatt Chmielewski, foi o escolhido para ministrar a palestra “LEED v4 – Novidades para o Setor”, pela Trane. A apresentação foi basicamente voltada para a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) versão 4, que tem como premissa o conceito de orientação para a construção de prédios sustentáveis. De acordo com Chmielewski, “o objetivo é maximizar os recursos naturais e minimizar os impactos negativos na construção e manutenção de prédios”.

Conforme a apresentação do palestrante, o motivo principal da sustentabilidade é atender as necessidades da geração atual, sem sacrificar as necessidades das gerações futuras.

A criação do novo LEED, traz novidades como uma análise mais direcionada sobre o ciclo de vida de materiais e do empreendimento, concepção integrada de projeto, compensação de carbono, medição setorizada do consumo de água, entre outros.

Climatização Geotérmica
Gerente de Produtos Aplicados da Daikin, Luciano MarcatoEsse é um assunto que promete ser bastante trabalhado nos próximos anos. Aqui mesmo no WebAr já abordamos a climatização geotérmica. No evento, o assunto foi abordado pelo Gerente de Produtos Aplicados da Daikin, Luciano Marcato, com a palestra “Sistemas de Climatização Geotérmicos – Ar Condicionado e Aquecimento”. Conforme Marcato, “Estamos vivendo momento difíceis quanto a energia e precisamos encontrar fórmulas de suprir a alta demanda que possuímos”.

De acordo com Marcato, “se engana quem pensa que a energia geotérmica é procedente apenas do centro da terra. O solo absorve cerca de 46% da energia gerada pelo sol e isso também pode ser transformado em energia renovável”.

Existem três formas de captar a energia geotérmica: loop horizontal, loop vertical e através de lagos/águas de superfície. “Em loop vertical, a área utilizada é menor e a tubulação é ascendente. Este formato é recomendado para áreas de maior valor, pois se a utilização for horizontal, acabará tomando muito espaço do terreno, fazendo com que uma área maior seja utilizada”.

O material aconselhado para a utilização da tubulação é o polietileno de alta qualidade.

Foco nas cozinhas industriais
engenheiro Domenico CappulliO engenheiro Domenico Cappulli, abordou a NBR 14518, na palestra “Ventilação de Cozinhas Industriais – Revisão e Atualizações Tecnológicas”.

No escopo do trabalho, o palestrante estabeleceu os princípios gerais do projeto, relativos à instalação, operação, manutenção e ensaio de sistemas de ventilação, além de enfatizar o controle de risco de acidentes por incêndios. Segundo Cappuli, “os sistemas de exaustão de cozinhas profissionais devem ser independentes de qualquer outro tipo de sistema de ventilação, ou seja, toda cozinha profissional deve ter um sistema de exaustão exclusivo”

Dentre as decisões já aprovadas estão o “Planejamento de Infraestrutura requerida”, o uso de captores (a fim de preservar as vias respiratórias da fumaça), o controle de vazão por demanda, entre outros.

Por fim, o palestrante apresentou alguns equipamentos utilizados na prevenção e proteção contra incêndio, como o sistema “push/pull”.

Atenção ao controle de fumaça
Carlos Cotta RodriguesCarlos Cotta Rodrigues e Duílio Terzi, abordaram os “aspectos Técnicos da Norma Brasileira de Controle de Fumaça”. Cotta frisou o problema do Brasil não possuir estatísticas sobre acidentes com incêndio, sendo que sem os números é impossível saber o rumo em que os acidentes vêm tomando. “Mais de 80% das mortes em incêndios estão relacionadas a fumaça, que pode conter ácido. O controle de fumaça é entendido no mundo coo uma filosofia de proteção a vida e não a bens materiais”, explicou Cotta.

Além disso, segundo o palestrante, 1% do PIB do país é gasto com danos provocados por incêndios, representando um número significativo. Por fim, Cotta encerrou sua fala alegando que “é preciso cobrar dos órgãos públicos melhorias na legislação.”

Duílio TerziDuílio Terzi deu prosseguimento ao tema introduzido por Cotta, apresentando a rota de fuga projetada na empresa FundamentAr. Explorando teoricamente os aspectos técnicos introduzidos pelo palestrante anterior, Terzi fez uma pequena síntese da legislação vigente em São Paulo, que teve seu modelo copiado pelo Rio Grande do Sul.

Partindo para a prática, o engenheiro apresentou alguns mapas com projetos de sistema de ar externo no combate à fumaça provocada pelos incêndios, reforçando o uso de dumpers para conter a evasão dos ácidos emitidos pelo fogo.

Com a Solenidade de Encerramento, a Mercofrio 2014 chegou ao seu final. Foram três dias de muito conhecimento, belas palestras e troca de informações que certamente agregarão ao setor. Amanhã ainda estaremos de volta com um panorama geral sobre o congresso e entrevistas exclusivas com as pessoas que fizeram essa 9º edição do congresso acontecer.

Matérias relacionadas:
Pré-evento: Veja as informações pré-Mercofrio 2014
Primeiro dia (25/08): Sessões técnicas / apresentações de trabalhos.
Segundo dia (26/08):  Palestras e vencedor do prêmio ANTRAC.
9º edição do Mercofrio: Panorama geral, o legado para o setor e entrevistas exclusivas.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *