[ x ] Fechar

Entrevista: engenheira civil fala sobre projetos de climatização

  • 19 de setembro de 2011
  • 1 Comentário

 

O WebArcondicionado preparou uma entrevista com a engenheira civil Marília Chamoun*, que falou sobre a importância dos projetos de climatização em edifícios e manutenção preventiva. Confira a entrevista na íntegra.

Quando é necessário fazer um projeto de climatização?

Marília: Cada ambiente deve ser bem analisado e deve ser feito um projeto adequado para que não haja prejuízos financeiros por conta de uma má instalação. Para uma climatização superior a 60.000 btus, é necessário um profissional habilitado, engenheiro mecânico ou técnico em refrigeração e ar condicionado. Este profissional deve emitir a A.R.T (Anotação de Responsabilidade Técnica do CREA) sobre os serviços realizados.

Além da manutenção preventiva mensal exigida pela Anvisa, o Ministério Público do Trabalho está fiscalizando constantemente e punindo com altas multas os comerciantes que não instituíram a PMOC – Plano de Manutenção, Operação e Controle.Qual a importância do PMOC?

Marília: Por ser um Plano de Manutenção de Operação e Controle exigido pela ANVISA de acordo com a Portaria 3.523, que dispõe sobre a qualidade do ar, a importância do PMOC, adotado em sistemas de climatização, é que ele deve conter a identificação dos ambientes a serem climatizados, a descrição das atividades a serem desenvolvidas, períodos que se repetem com intervalos regulares das mesmas, as recomendações a serem adotadas em situações de falha do equipamento e de emergência para garantia de segurança do sistema de climatização. O importante é manter um técnico especializado e capacitado na empresa para garantir a manutenção e limpeza da climatização dos ambientes.

Leia: PMOC: Você sabe o que é?

Em que intervalo de tempo deve ser feita a manutenção preventiva?

Marília: Deve ser feita em períodos que se repetem em intervalos regulares.
– Verificação semestral: é feita manutenção preventiva e corretiva duas vezes durante o ano. O plano é indicado para residências.
– Verificação bimestral: é feita manutenção preventiva e corretiva a cada dois meses durante o período de um ano. É indicado para empresas, residências e escritórios.
– Verificação mensal: éfeita a manutenção preventiva e corretiva todos os meses durante o período de um ano. Indicado para empresas.

A contratação de uma instalação de ar condicionado sem um projeto pode resultar em que tipos de problemas?

Marília: Sistema inadequado do ar condicionado, capacidade do sistema inadequada, infra- estrutura mal realizada para a implantação do sistema do ar condicionado, pagamento inadequado de preços justos, entre outros. Isto tudo perde a noção do custo e benefício.
A vantagem de contratar um técnico projetista é que permite uma avaliação mais precisa sobre a aplicação dos diversos tipos de ar-condicionado existentes, das novas técnicas, dos novos equipamentos, dos novos produtos disponíveis no mercado.

*Marília Chamoun é engenheira civil e especialista em projetos de interiores.
CREA: 33179/D-MG
Contato: mariliagchamoun@uol.com.br
Website: http://www.wix.com/mariliachamoun/mariliachamoun

Seja nosso parceiro e tenha uma coluna aqui no WebArcondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma Ideia sobre "Entrevista: engenheira civil fala sobre projetos de climatização"

  • Marília,

    Em consulta realizada ao sistema confea-crea recebemos a informação que se trata de atribuição exclusiva do profissional de engenharia mecânica a responsabilidade técnica por:
    Projetos de sistemas de climatização ;
    Emissão de laudos;
    Responsabilidade técnica pelo PMOC;
    Emissão de parecer técnico.

    Cabendo ao técnico somente a responsabilidade pela realização dos serviços nos equipamentos. Nunca em nenhuma hipótese responsabilidade por um sistema como manda a ANVISA.

    Espero ter contribuído com seu artigo e solicito a correção do mesmo junto as mídias de divulgação.

    Atenciosamente,

    Edemilson Carlos Trevisan
    Inspetor da Câmara da Mecânica – CREASP