[ x ] Fechar

Chemours está construindo nova unidade para produzir os produtos da linha Opteon™

  • 11 de maio de 2016
  • Nenhum Comentário

Chemours está construindo nova unidade para produzir os produtos da linha Opteon™Para triplicar a capacidade de fabricação dos produtos da linha Opteon™, a Chemours está construindo uma nova unidade de produção em sua planta Chemours Corpus Christi, localizada em Ingleside, no Texas. A ideia é que o projeto comece a funcionar no terceiro trimestre de 2018.

Segundo a Chemours, a nova planta será a maior instalação do mundo para a fabricação de hidrofluorolefina (HFO) e atenderá diversas regiões do mundo, como a América Latina, América do Norte e Europa.

A empresa vai investir US$ 230 milhões na construção da nova unidade e calcula que cerca de 10 mil sistemas de refrigeração comercial, especialmente de supermercados, estarão usando Opteon™ XP40 até o final de 2020.

Sobre os produtos Opteon™

Sobre os produtos Opteon™Opteon™ é uma linha de soluções com zero potencial de degradação da camada de ozônio e baixo Potencial de Aquecimento Global (GWP). A nova unidade, em construção, irá fabricar o Opteon™ YF (HFO-1234yf), usado em ar condicionado automotivo e em uma variada gama de aplicações.

Esses produtos são comercializados também para a refrigeração comercial, transporte refrigerado e chillers. Além disso, a empresa está desenvolvendo uma linha para aplicações em ar condicionado residencial, agentes de expansão de espuma e recuperação de calor.

“Os produtos Opteon™ foram desenvolvidos em resposta a regulamentações ambientais cada vez mais rigorosas e, na maioria dos casos, eles apresentam melhor desempenho do que os produtos que eles substituem. Este é mais um passo em nosso plano de transformação e é um exemplo de como a Chemours está investindo em oportunidades de crescimento, oferecendo soluções essenciais que melhoram a qualidade de vida”, disse Mark Vergnano, presidente e CEO. “

O potencial de aquecimento global do Opteon™ YF é de 99,9% inferior ao do fluido refrigerante que ele está substituindo. E com isso a Chemours espera eliminar cerca de 300 milhões de toneladas de CO2 até 2025.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *