[ x ] Fechar

Capacetes refrigerados serão utilizados por operários da construção civil da Copa do Catar

  • 19 de janeiro de 2017
  • Nenhum Comentário

Com o objetivo de melhorar o conforto térmico dos operários que trabalham nas obras da copa do mundo de 2022, um grupo de cientistas da Universidade do Catar desenvolveu um capacete “refrigerado”, que reduz a temperatura corporal do usuário.

Leia também: Qualidade do ar não é o mesmo que conforto térmico

De acordo com alguns grupos de direitos humanos, os cerca de 5.100 trabalhadores imigrantes do Nepal, Índia e Bangladesh estão sofrendo abusos. Eles estão construindo os estádios sob o forte calor do deserto, que pode chegar a 50ºC, falta de segurança do trabalho e pobres condições de moradia.

Os pesquisadores da Catar University, liderados pelo professor de Engenharia, Saud Abdul Ghani, asseguram que o capacete irá melhorar as condições de trabalho nos meses mais quentes. “Nosso objetivo era reduzir o estresse e colapsos de calor para trabalhadores no Catar e na região. O capacete tem potencial de revolucionar o setor da construção civil nas regiões mais quentes do planeta”, garantiu Ghani.

Como funciona o capacete refrigerado

O capacete, patenteado internacionalmente, funciona através da energia solar. O produto com o sistema de refrigeração pesa apenas 300g a mais do que um capacete comum de construção civil.

Ele possui uma ventoinha que sopra o ar sobre um material refrigerado na parte superior e expele o ar refrigerado em todo o rosto da pessoa. Desta forma ele é capaz de reduzir a temperatura individual em até 10 graus centígrados, segundo Ghani.

Leia mais sobre climatização na Copa do Catar.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *