[ x ] Fechar

Ar-condicionado será utilizado para prevenir zika vírus nos Jogos Olímpicos do Rio

  • 11 de março de 2016
  • Nenhum Comentário

Ao contrário do que sustentavam inicialmente os organizadores dos Jogos Olímpicos do Rio, o surto de zika vírus no Brasil não deverá ter maiores impactos durante a competição. Isso porque muitas delegações pretendem vir prevenidas ao Brasil, incluindo a utilização do nosso amigo ar-condicionado para espantar o mosquito.

Décima colocada no quadro de medalhas na última Olimpíada, a Austrália é um dos exemplos. A delegação australiana confirmou a participação nos Jogos e pretende adotar procedimentos rigorosos para combater o zika vírus. “Estamos orientando os integrantes da equipe sobre os riscos e maneiras de atenuá-los, como fechar as janelas e usar o ar-condicionado na Vila Olímpica, além de usar mangas compridas e repelentes”, declarou o comitê.

Nenhum atleta do país será obrigado a vir ao Rio, mas os australianos não creem em desistência. “Os atletas e funcionários do comitê têm autonomia para decidir se querem ou não participar dos Jogos. Nós não forçaremos nenhum atleta a participar, mas até o momento ninguém demonstrou interesse em deixar a Olimpíada”.

Outros países como Espanha, Estados Unidos, Alemanha, Espanha, Japão, França e Bélgica também divulgaram que irão utilizar todos os recursos possíveis para afastar os riscos dos atletas.

Orientação
Chefe médico do Comitê Rio-2016, João Grangeiro teve de responder a dezenas de questionamentos de jornalistas estrangeiros no início do mês, quando os casos de microcefalia ligados à zika se tornaram emergência mundial. Numa das respostas, Grangeiro disse que os atletas seriam orientados a seguirem o protocolo da OMS (Organização Mundial de Saúde). “Estamos orientando a adoção de medidas preventivas, como o uso de repelentes, manter as janelas fechadas na Vila Olímpica e nos hotéis, e aproveitar o ar-condicionado”, reforçou à reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo o comitê, durante a realização dos Jogos equipes farão inspeções diárias em todas as instalações olímpicas. No momento em que algumas instalações esportivas ainda estão em obras, também existe o cuidado para evitar focos de depósito das larvas dos mosquitos.

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de Folha de S. Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *