Banner Top - Página Posts

Collapse

Orçamento de Ar Condicionado - Posts

Collapse

Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Uso de ACJ em câmara de maturação

Collapse
X
  • Filtro
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • Uso de ACJ em câmara de maturação

    Prezados, não sou profissional de refrigeração, busco aqui uma orientação dos senhores.
    Tenho pesquisado e estudado sobre refrigeração pois pretendo construir uma pequena câmara de maturação de carnes (salame, jámon, pancetta...), sou entusiasta na charcutaria e atualmente maturo dentro de uma geladeira, no entanto, um pernil, por exemplo, ocupa praticamente todo o espaço disponível nesta.
    Gostaria da opinião dos senhores sobre a possibilidade de usar um ar ACJ em uma câmara, vi que esses aparelhos possuem limitação em 15°C, porém sei que é possível burlar o termostato para reduzir ainda mais essa temperatura, mas não sei se é possível atingir a temperatura desejada de até 5°C.
    Peço que me orientem sobre a possibilidade de apenas alterando o termostato para um controlador com degelo (desliga o compressor mas continua o ventilador), atingir essa temperatura ou se seria necessário mais alguma mudança?
    Pelo que li, o maior obstaculo seria a temperatura de evaporação nesses aparelhos que parece ser de 5°C, logo, próximo dessa temperatura não haveria mais resfriamento.
    Observem que sou hobista, não pretendo e não posso investir em uma câmara de maturação de R$5000,00, sei que há possibilidade de não funcionar por muito tempo ou nao atingir a temperatura minima para alguns processos, mas peço uma orientação fora do que fazem profissionalmente.

  • #2
    Postado originalmente por josé pádua Ver Post
    Prezados, não sou profissional de refrigeração, busco aqui uma orientação dos senhores.
    Tenho pesquisado e estudado sobre refrigeração pois pretendo construir uma pequena câmara de maturação de carnes (salame, jámon, pancetta...), sou entusiasta na charcutaria e atualmente maturo dentro de uma geladeira, no entanto, um pernil, por exemplo, ocupa praticamente todo o espaço disponível nesta.
    Gostaria da opinião dos senhores sobre a possibilidade de usar um ar ACJ em uma câmara, vi que esses aparelhos possuem limitação em 15°C, porém sei que é possível burlar o termostato para reduzir ainda mais essa temperatura, mas não sei se é possível atingir a temperatura desejada de até 5°C.
    Peço que me orientem sobre a possibilidade de apenas alterando o termostato para um controlador com degelo (desliga o compressor mas continua o ventilador), atingir essa temperatura ou se seria necessário mais alguma mudança?
    Pelo que li, o maior obstaculo seria a temperatura de evaporação nesses aparelhos que parece ser de 5°C, logo, próximo dessa temperatura não haveria mais resfriamento.
    Observem que sou hobista, não pretendo e não posso investir em uma câmara de maturação de R$5000,00, sei que há possibilidade de não funcionar por muito tempo ou nao atingir a temperatura minima para alguns processos, mas peço uma orientação fora do que fazem profissionalmente.
    Bom dia ..Acredito que com um acj vc não vai chegar nessa temperatura de operação mencionada, por que esse tipo de equipamento não se aplica pra essa temperatura que vc precisa ..Equipamentos pra essa aplicação operam com outros tipos de sistemas de controle e capacidade bem específicos.De longe fica difícil te falar alguma coisa mais precisa se daria certo ou não,ainda mais com esse tipo de necessidade,que é uma adequação,uma adaptação .

    Com isso não estou dizendo que vc não conseguiria,mas pra isso vc teria que talvez projetar e dimensionar o equipamento pra trocar ou retirar o calor dessa pequena câmara na temperatura desejada e isso fisicamente e dinamicamente falando está relacionado com a capacidade do aparelho para promover essa troca de calor ,o deslocamento necessário do compressor para retirada desse calor pelas serpentinas,que está diretamente ligado com o volume de ar deslocado com esse calor que seria forçado e retirado por essas serpentinas.E mecanicamente falando dentro da termodinâmica ,isso está intrinsecamente e resumidamente ligado com o que chamamos de super aquecimento e sub resfriamento.. Pesquise entalpia entropia ,calor sensível e latente etc

    Além do que,em sistemas de conforto pessoal,as pressões e temperaturas de operação desses equipamentos são altas para essa temperatura que vc quer a não ser que talvez vc superdimensionando o equipamento consiga um controle principalmente do degelo da serpentina da evaporadora que seja muito rápido para que a temperatura interna não suba muito .

    E acho que com esse tipo específico de equipamento infelizmente esse degelo vai ser um grande obstáculo pra vc manter essa temperatura estável e na média nesses 5º c necessários.Talvez se vc encontrar um conjunto hermético ou semi hermético usado de condensadora e evaporadora de uma pequena câmara para baixas temperaturas pode ser que dê certo e que ainda fique barato.

    Estou afastado dessa área a muito tempo .mas acredito que vc precise de um equipamento entre 3/4 até 2hp´s ..Além do mais que posso estar te falando uma tremenda bobagem,pois trabalhei com isso na década de 80 e começo de 90 em câmaras frigoríficas para conservação de carnes hortifruti bebidas flores etc .Então já passou muita água debaixo dessa ponte kkkk

    Mas cheguei a projetar dimensionar e montar algumas modulares mais moderninhas de uma empresa chamada Dânica que acho que atua nesse segmento até hoje e que já vinham praticamente montadas cada uma dentro de sua aplicação e com controle de temperatura específico para cada segmento.

    Tinha até um programa super completo para cálculo e dimensionamento específico para cada produto .Algumas fiz para congelados e bebidas fora do escopo,chamadas de dupla aplicação,já com esses controladores digitais de 5 ou mais saídas para controle da temperatura ,degelo,etc...

    De vez em quando colegas me chamam pra resolver pepinos em algumas kkkk..Mas sinceramente estou bastante enferrujado ..Espero ter te ajudado sem muito tecniquês kkk Qualquer dúvida que estiver dentro do nosso conhecimento e limite estamos aqui .Boa sorte .Abraço.Jairo
    Last edited by jairo bertoni; 05/06/20, 05:56.

    Comment


    • #3
      Prezado Jairo, sem desmerecer os outros integrantes do fórum, quando vim aqui fazer essa pergunta torci por uma resposta sua kkkk
      vi seus posts e imaginei q seria a melhor pessoa para me orientar.
      ​​​​​​talvez eu esteja falando uma grande besteira, mas essa noite eu esteva lendo mais um pouco e achei um fórum de cerveja artesanal e um deles afirma ter conseguido fazer uma câmara de maturação q atingia essa temperatura com acj de 7500. Mais a frente um integrante sugeriu reduzir a pressão do fluido para baixar a tempo de evaporação, assim, conseguir temperaturas mais baixas.
      Quanto ao degelo, pensei em superdimensionar os BTUs para poder ter mais tempo disponível para o degelo usando apenas a ventoinha do ar mesmo, sei q é pouco eficiente mas penso q aumentando o tempo com a ventoinha ligada eu resolveria isso.
      Então vamos lá

      1- normalmente,qual a pressão do fluido r22 de um ar acj?

      2-é possível reduzir a pressão desse fluido e assim conseguir uma temp de evaporação menor?

      3- isso debalancearia o sistema?qual risco existe em operar um sistema desbalanceado?

      4- caso a resposta para as questões 2 e 3 seja afirmativa, é possível rebalancear o sistema com menos pressão gás? Nesse caso aceitaria a perda de capacidade de resfriamento.


      ​​​​​Caso seja possível reduzir a pressão e rebalancear o sistema, eu pretendo usar um acj de 12k, deveria restar uns 9 após a retirada de fluido, e usaria a ventoinha para degelo e quem sabe até uma resistência a seco no evaporador.

      Agradeço a ajuda

      Comment


      • #4
        Postado originalmente por josé pádua Ver Post
        Prezado Jairo, sem desmerecer os outros integrantes do fórum, quando vim aqui fazer essa pergunta torci por uma resposta sua kkkk
        vi seus posts e imaginei q seria a melhor pessoa para me orientar.
        ​​​​​​talvez eu esteja falando uma grande besteira, mas essa noite eu esteva lendo mais um pouco e achei um fórum de cerveja artesanal e um deles afirma ter conseguido fazer uma câmara de maturação q atingia essa temperatura com acj de 7500. Mais a frente um integrante sugeriu reduzir a pressão do fluido para baixar a tempo de evaporação, assim, conseguir temperaturas mais baixas.
        Quanto ao degelo, pensei em superdimensionar os BTUs para poder ter mais tempo disponível para o degelo usando apenas a ventoinha do ar mesmo, sei q é pouco eficiente mas penso q aumentando o tempo com a ventoinha ligada eu resolveria isso.
        Então vamos lá

        1- normalmente,qual a pressão do fluido r22 de um ar acj?

        2-é possível reduzir a pressão desse fluido e assim conseguir uma temp de evaporação menor?

        3- isso debalancearia o sistema?qual risco existe em operar um sistema desbalanceado?

        4- caso a resposta para as questões 2 e 3 seja afirmativa, é possível rebalancear o sistema com menos pressão gás? Nesse caso aceitaria a perda de capacidade de resfriamento.


        ​​​​​Caso seja possível reduzir a pressão e rebalancear o sistema, eu pretendo usar um acj de 12k, deveria restar uns 9 após a retirada de fluido, e usaria a ventoinha para degelo e quem sabe até uma resistência a seco no evaporador.

        Agradeço a ajuda
        Eu nunca fiz adequação iguais a essa que na minha modesta opinião seria mudar o elemento de expansão original que no caso do acj seria um tubo capilar para operar com R 22 que na aplicação de conforto pessoal é projetado para expandir entre 0º a até no máximo 10º c positivos com a pressão de retorno ,sucção ou linha de gás entre 60 psi a 70 psi e do lado da alta ou descarga essa pressão operaria entre 180 a 200 psi com o fluído refrigerante R22 saindo da condensação entre 36 a 40º c na forma líquida por isso chamada de linha de líquido

        claro que já regulei o fluxo e por tabela a temperatura de expansão em outros sistemas que utiliza a famosa válvula de expansão termostática(tixa) mas essa variação é coisa de poucos graus acima ou abaixo da temperatura de expansão padrão

        Vc teria que mudar o capilar pra um que expanda entre -10º a -12º c negativos ou perto disso vai depender da temperatura que o produto entra na câmera ,se abre muito a porta , área desse ambiente ,média da temperatura externa,umidade relativa de sua região enfim a carga térmica total desse seu ambiente

        pra isso acontecer essa pressão de retorno seria de 3 psi no retorno ..como é adaptação vc teria que olhar um capilar de congelador refrigerador ou similar que em tantos metros com a bitola X para o fluído refrigerante R 22 te forneça essa temperatura ..na expansão ...essa temperatura de expansão na minha opinião com certeza vai bloquear rapidamente a serpentina interna ..

        considere o fluído refrigerante como água e o tubo capilar como o tubo de recalque de uma bomba comum ..essa bomba é projetada para recalcar tantos metros de coluna d´agua a tantos metros com um tubo por exemplo de 3/4 polegada ... se vc colocar um tubo de bitola tipo muito menor como um de 5/8 ou menor vc vai forçar a bomba em alguns caso ela vai desligar a proteção nos disjuntores e já encontrei casos que queimou a bomba ..

        O compressor é similar e o trabalho é praticamente igual que é o deslocamento X área que seria bitola da tubulação /M X distancia ..

        Na teoria pra vc diminuir a pressão de trabalho vc teria que diminuir a bitola interna do tubo capilar drasticamente para chegar essa pressão que vc precisa , mas com isso provavelmente vai forçar esse compressor a operar acima de sua capacidade de recalque ou movimentação desse fluído que nós chamamos de deslocamento que a grosso modo operaria como tendo um gargalo ou garrote e certamente o compressor vai esquentar acima da amperagem nominal de trabalho e com isso acredito que esse compressor vai desligar pelo rele de proteção interno entre as bobinas por sobre aquecimento.

        Como nunca fiz isso acredito que na prática seria por tentativa e erro ou se gente pela experiencia buscando nas tabelas de capilar o diâmetro e tamanho linear do tubo para ir cortando até alcançar a temperatura de expansão que com certeza vai ser abaixo de 0º pesquise no google as tabelas de tubos capilares para o R22 acho que seria o 0,031 de diâmetro entre 2 a 3 metros de comprimento ...

        Já fiz alguns projetos principalmente de congeladores e freezer mas sinceramente foram muito poucos e não me lembro mais as bitolas e capilares que utilizei ..com condicionadores acj já troquei capilares fiz alguma "gambiarra" similar mas como disse nada tão drástico assim..

        Pra um resultado tão "preciso" e específico e ainda tentando alcançar esse resultado com uma adaptação e pra piorar que eu me lembre nunca fiz algo parecido e ainda e a distancia memso com toda facilidade de comunicação aparentemente ficaria meio difícil de te ajudar mais precisamente .Talvez com uma boa dose de paciência,bom senso e racionalidade e um pouco de pesquisa de sua parte vc consiga um resultado legal sem sofrer muito com as desgastantes tentativas e erros.Mas espero que vc nos retorne com um resultado positivo do que nós aqui carinhosamente apelidamos de Frankenstein junior ou popularmente para os íntimos o nosso "Frank" kkkk pode ter certeza que s vc pesquisar mais profundamente os tópicos por aqui vc vai encontrar muitos franks de todos os tipos e formas kkk abraço boa sorte não deixe de dar o retorno ..

        OBS: Claro que a primeira tentativa seria superdimensionar o ACJ como vc disse ,eliminar o controle de temperatura e ver como ele se comporta e se haveria o bloqueio de gelo e havendo observar como se comportaria a variação da temperatura interna em reação ao modo ventilação para degelo .abraço
        Last edited by jairo bertoni; 05/06/20, 10:22.

        Comment


        • #5
          Essa mudança toda é demais para minha cabeça, eu arriscaria fazer pois consigo acj funcionando em bom estado por algo em torno de R$100, mas uma mudança desse nível, onde imagino haver solda, excede minhas habilidades.
          Porém vou deixar aqui um link e uns videos do youtube sobre um sistema chamado coolbot vendido nos EUA, não acredito que seja tão milagroso como dizem, promete transformar uma sala bem isolada com ACJ em uma câmara de resfriados, ele simplesmente utiliza um elemento de aquecimento junto ao termostato para manter o acj funcionando e de resto age como um controlador de temperatura, promete não congelar o evaporador mas não informa como isso funciona, e como nao ha nenhuma alteração além dessa do termostato, imagino ser uma furada, apesar de prometer atingir 36°F ou 2°C

          link do coolbot
          https://storeitcold.com/how-it-works/ (em ingles)

          video de instalação no youtube
          https://www.youtube.com/watch?v=WocdCnMjxA0

          No site do coolbot ha tbm uma tabela para dimensionamento de btu e muitos videos no yt de gente q fez e deu certo, vou tentar simplesmente isso:" superdimensionar o ACJ como vc disse ,eliminar o controle de temperatura e ver como ele se comporta e se haveria o bloqueio de gelo e havendo observar como se comportaria a variação da temperatura interna em reação ao modo ventilação para degelo".
          Depois eu vejo se compro uma geladeira comercial usada ou se meto o loko e troco o capilar.

          Comment


          • #6
            Postado originalmente por josé pádua Ver Post
            Essa mudança toda é demais para minha cabeça, eu arriscaria fazer pois consigo acj funcionando em bom estado por algo em torno de R$100, mas uma mudança desse nível, onde imagino haver solda, excede minhas habilidades.
            Porém vou deixar aqui um link e uns videos do youtube sobre um sistema chamado coolbot vendido nos EUA, não acredito que seja tão milagroso como dizem, promete transformar uma sala bem isolada com ACJ em uma câmara de resfriados, ele simplesmente utiliza um elemento de aquecimento junto ao termostato para manter o acj funcionando e de resto age como um controlador de temperatura, promete não congelar o evaporador mas não informa como isso funciona, e como nao ha nenhuma alteração além dessa do termostato, imagino ser uma furada, apesar de prometer atingir 36°F ou 2°C

            link do coolbot
            https://storeitcold.com/how-it-works/ (em ingles)

            video de instalação no youtube
            https://www.youtube.com/watch?v=WocdCnMjxA0

            No site do coolbot ha tbm uma tabela para dimensionamento de btu e muitos videos no yt de gente q fez e deu certo, vou tentar simplesmente isso:" superdimensionar o ACJ como vc disse ,eliminar o controle de temperatura e ver como ele se comporta e se haveria o bloqueio de gelo e havendo observar como se comportaria a variação da temperatura interna em reação ao modo ventilação para degelo".
            Depois eu vejo se compro uma geladeira comercial usada ou se meto o loko e troco o capilar.
            obrigado pelo feedback vou dar uma bizoiada depois te falo ..não desapareça ..pelo sim pelo não dá o retorno..cool é gelar/gelado bot diminutivo de robô...vou entrar nos links que vc passou ...é um controlador que vc paramenta e dedica a temperatura de acordo sua necessidade utilizando qualquer condicionador /aquecedor de qualquer modelo de baixa e média capacidade ... é sempre bom aprender .acho que pra vc resolve 100% se o preço não for de um rim obrigado grande abraço
            Last edited by jairo bertoni; 05/06/20, 17:21.

            Comment


            • #7
              Postado originalmente por josé pádua Ver Post
              Essa mudança toda é demais para minha cabeça, eu arriscaria fazer pois consigo acj funcionando em bom estado por algo em torno de R$100, mas uma mudança desse nível, onde imagino haver solda, excede minhas habilidades.
              Porém vou deixar aqui um link e uns videos do youtube sobre um sistema chamado coolbot vendido nos EUA, não acredito que seja tão milagroso como dizem, promete transformar uma sala bem isolada com ACJ em uma câmara de resfriados, ele simplesmente utiliza um elemento de aquecimento junto ao termostato para manter o acj funcionando e de resto age como um controlador de temperatura, promete não congelar o evaporador mas não informa como isso funciona, e como nao ha nenhuma alteração além dessa do termostato, imagino ser uma furada, apesar de prometer atingir 36°F ou 2°C

              link do coolbot
              https://storeitcold.com/how-it-works/ (em ingles)

              video de instalação no youtube
              https://www.youtube.com/watch?v=WocdCnMjxA0

              No site do coolbot ha tbm uma tabela para dimensionamento de btu e muitos videos no yt de gente q fez e deu certo, vou tentar simplesmente isso:" superdimensionar o ACJ como vc disse ,eliminar o controle de temperatura e ver como ele se comporta e se haveria o bloqueio de gelo e havendo observar como se comportaria a variação da temperatura interna em reação ao modo ventilação para degelo".
              Depois eu vejo se compro uma geladeira comercial usada ou se meto o loko e troco o capilar.
              ok ele "rouba " e 'escravisa"os dados padrão do acj pelo termistor e leva para o coolbot o sinal que e é na verdade uma variação e relação entre leituras de temperatura mudando a resistencia e com isso controlando o "on/off e a ciclagem.. e o coolbot passa a controlar a temperatura que vc setar ...a demanda é uma coisa incrível e dinãmica ..isso deve ser o feeling do campo para adequar um controlador ás necessidades do cliente final sem precisar ficar trocando o equipamento ..gostei abraço

              Comment


              • #8
                O coolbot custa a bagatela de US$389,00 quase R$ 2000, isso sem frete e sem a eventual taxa alfandegária de 60% fora o ICMS daqui de MG q é 18%. Com o custo final eu compro um conjunto condensador+evaporador tranquilamente.
                Ainda prefiro o desafio de um AC, mesmo contra todas as possibilidades de dar certo.

                Comment


                • #9
                  Postado originalmente por josé pádua Ver Post
                  O coolbot custa a bagatela de US$389,00 quase R$ 2000, isso sem frete e sem a eventual taxa alfandegária de 60% fora o ICMS daqui de MG q é 18%. Com o custo final eu compro um conjunto condensador+evaporador tranquilamente.
                  Ainda prefiro o desafio de um AC, mesmo contra todas as possibilidades de dar certo.
                  Uiii kkk é mais que um rim kkkk.. e u nunca fiz nada parecido ..mas acho que dá certo sim ...Talvez vc separar a unidade externa da interna ( o split foi descoberto dessa maneira pela conhecida falta de espaço no japão ,um samurai san maluco qualquer partiu um acj no meio separando as evaporadoras por isso e daí o nome "split") Se vc estivesse na minha cidade já tinha arranjado um ajudante de dr Frank pra te ajudar kkkk gosto desses desafios ..vai dando o retorno ..pode mandar mensagem pelo zap mas não deixe de dar o retorno no fórum pois ele com certeza vai ajudar e servir de inspiração pra alguém que quer ou precisa cometer a mesma loucura kkk..abraço

                  Comment


                  • #10
                    Jairo, apenas a titulo de curiosidade, de uma olhada nesse link, é do forum de cerveja artesanal

                    https://www.homebrewtalk.com.br/thre...ionado.402622/

                    Comment


                    • #11
                      Postado originalmente por josé pádua Ver Post
                      Jairo, apenas a titulo de curiosidade, de uma olhada nesse link, é do forum de cerveja artesanal

                      https://www.homebrewtalk.com.br/thre...ionado.402622/
                      O ambiente estanque e pequena área e volume por saturação dá pra fazer .Só fica a questão da temporização do degelo .Ele promoveu a convecção do ar gelado também temporizada .É um baita trabalho.Legal saber .No seu caso tem que partir pra fazer algo similar ..Como o cervejeiro mesmo disse Tem que estar bem vedado e isolado e com um controle bem feito .

                      Ele fez um balcão de resfriamento artesanal..Talvez instalando o condicionador na parte de cima e transferindo a maturação para parte cima seria o mais racional ,pois teria uma convecção do ar frio ocorrendo naturalmente sem precisar forçar ..mas como não entendo do processo em si deve ter alguma razão no processo que o ar frio fique em baixo e o mais quente em cima obrigado mais uma vez ..vamos conversando ..abraço

                      Comment

                      Working...
                      X