Britânico gasta R$7 por mês para manter a casa mais sustentável do mundoO arquiteto britânico Colin Usher, derrubou sua antiga casa em West Kirby para construir a casa mais sustentável do mundo. Com o projeto, ele ganhou o prêmio de melhor Novo Edifício Doméstico no Swing Awards, na categoria Eficiência Energética.

A ideia de Usher era reduzir ao mínimo as contas para ele e sua esposa, e conseguiu. Eles gastam cerca de R$ 7 (sete reais) por mês para manter a residência funcionando. O projeto é um trabalho desenvolvido durante toda a carreira do arquiteto, e como não foi feita para um cliente e sim para ele mesmo, foi possível ousar e testar várias teorias antes de colocar em prática.

A casa antiga havia custado para o casal, cerca de R$ 1,1 milhão, eles gastaram um pouco mais de R$ 34 mil para desmanchá-la e refazer as ligações elétricas e cerca de R$ 1,3 milhão para construir a nova casa, além de mais R$ 11 mil para consertos externos. Ou seja, o valor total do imóvel saiu por cerca de R$ 2,5 milhões.

Técnicas sustentáveis utilizadas
Na construção foram colocadas janelas com três camadas de vidro para manter o calor, e painéis solares no telhado, onde há janelas também para que a iluminação natural seja aproveitada. O pé direito é alto e há um sistema de ventilação que suga o ar úmido do banheiro e da cozinha, soltando ar fresco para a sala. Tudo pensando na economia de energia e também no conforto do casal.

Redação do Portal WebArCondicionado.