Brasil de olho em casas sustentáveisAlém de apostar em edifícios sustentáveis, o Brasil também já apresenta projetos para casas verdes. É durante o verão que esses projetos mostram um de seus grandes benefícios: a climatização.

E com a utilização de um sistema construtivo empregado em diversos países proporciona maior rentabilidade e eficiência energética. O que garante maior preservação do meio ambiente e economia para os usuários.

Climatização

Casa TecverdeExemplo de construções sustentáveis, a Tecverde Engenharias desenvolve casas verdes que possuem isolamento térmico e acústico integral em lajes, coberturas e paredes. Desta forma, além de trazer maior conforto, ele proporciona um sistema de climatização mais eficiente.

Cada residência desenvolvida é projetada buscando maior aproveitamento térmico. A arquitetura do ambiente adota estratégias sustentáveis de desenho proporcionando plantas otimizadas, iluminação natural abundante e ventilação cruzada. Essa eficiência térmico-acústica faz com que as casas diminuem em até 50% o consumo de energia em climatização energética. Há também a opção de utilizar teto verde, diminuindo a temperatura interna da residência.

Wood Frame

Wood FrameCriado há mais de 100 anos na América do Norte, o sistema construtivo Wood Frame começa a ser utilizado no Brasil. Essa tecnologia objetiva a construção de moradias com recursos naturais e proporciona maior conforto térmico. Isso é possível graças o revestimento que a madeira possui, feita por chapas e membranas que possibilitam maior controle sobre a umidade na estrutura e aumento o desempenho acústico e térmico.

Para se ter uma ideia, o nível de isolamento de paredes Wood Frame é duas vezes superior a maioria das paredes de alvenaria convencionais. Além disso, possibilita a redução de 80% de emissões de CO2, cadeia de produção menos impactante ao meio ambiente e redução dos resíduos da construção civil em até 85%, além de garantir menor custo de energia no uso da casa.

Recursos reaproveitados

Outro ponto que diferencia uma construção sustentável é quanto ao reaproveitamento de recursos naturais. Por isso, as casas verdes aproveitam, por exemplo, a água captada das chuvas, que pode ser utilizada nos banheiros e para lavar o carro, regar jardins e até abastecer a piscina. Além disso, o uso de painéis solares para aquecimento da água e geração de energia fotovoltaica explora o sol nessa época do ano.

Projeto iVerde

O interesse pelo Wood Frame fez com que o governo federal fizesse um acordo com a rede iVerde, composta pela Tecverde Engenharia e a Construtora Roberto Ferreira. Dentro do plano de construir casas sustentáveis para o programa Minha Casa, Minha Vida, o governo pretende criar até 4 casas verdes de 45 m² em um dia. O que pode trazer uma economia de 10% no valor da construção comparando com a forma tradicional.

Residencial HaraganoPelotas (RS) foi o ponto de partida para o grupo, que realizou o Residencial Haragano, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Ele consiste em um empreendimento com 280 casas de madeira com 45 m². 200 casas já estão finalizadas, e as 80 que faltam deve estar prontas até o final do mês e entregues em março.

Texto criado exclusivamente pelo setor de jornalismo do portal
WebArCondicionado.