[ x ] Fechar

Veja quais são os estados que mais produzem energia sustentável no País

  • 11 de outubro de 2016
  • Nenhum Comentário

Quando o assunto é eficiência energética, não podemos deixar de informar sobre as iniciativas do setor e o impacto que elas podem causar em nossa economia e ao meio ambiente.

Em primeiro lugar vem Minas Gerais (1.226 conexões), seguido de São Paulo (711) e Rio Grande do Sul, que atingiu o terceiro lugar no ranking estado no Brasil com o maior número de conexões de micro e minigeração de energia, contabilizando 564 até o momento, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL):

Rio Grande do Sul cresceu 408% no último ano
Os números mostram que houve um rápido crescimento dentro de um ano, considerando que em setembro de 2015 eram apenas 111 ligações registradas no estado gaúcho.

Dentro das 564 instalações atuais, a fonte mais usada pelos “consumidores-geradores” é a solar, com 555 adesões. Depois, aparece a solar/eólica, com cinco instalações. Dentro desses registros, o uso residencial ganha disparado, seguido por aplicações comerciais e depois rurais.

Realidade no Brasil
Partindo para um ponto mais abrangente, a ANEEL divulgou novas marcas contabilizando o Brasil todo. São 5.040 conexões até o mês passado, contra as 1.148 ligações registradas em setembro de 2015, o que representa uma potência instalada de 47.934 kW.

A geração de energia pelos próprios consumidores tornou-se possível a partir de uma resolução de 2012. A norma estabelece as condições gerais para o acesso de micro e minigeração aos sistemas de distribuição de energia elétrica e cria o sistema de compensação de energia elétrica, que permite ao consumidor instalar pequenos geradores em sua unidade consumidora e trocar energia com a distribuidora local.

É válido lembrar que no final do ano passado, o governo autorizou o Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída de Energia Elétrica (ProGD) para estímulo da geração de energia a partir de placas solares dentro das unidades consumidoras. Foi projetado um potencial de investimentos de R$ 100 bilhões nessas tecnologias e que 2,7 milhões dessas unidades poderão aderir ao programa até 2030.

Você já conhece os benefícios da energia solar? Veja aqui.

Redação do Portal WebArCondicionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *