[ x ] Fechar

Usuários pagam taxa para usufruir do ar condicionado em táxis de Salvador

  • 09 de janeiro de 2013
  • 5 Comentários

Salvador (BA)Salvador (BA) é uma cidade que atrai todo ano cerca 3 milhões de turistas. Primeira capital brasileira e uma das cidades mais antigas da América, ela fascina a todos pelas belas praias, gastronomia, música e a arquitetura, influenciadas pela cultura africana.

Nesse cenário, um dos principais meios de transporte acaba sendo o táxi. O problema é que tanto os turistas quanto os moradores se encontram numa situação polêmica com os taxistas da cidade: para utilizar o ar condicionado do veículo, o usuário deve pagar uma taxa de 20% acima do valor do taxímetro. A cobrança, que existe há pelo menos sete anos, é autorizada por uma portaria da prefeitura.

Usuários pagam taxa para usufruir do ar condicionado em táxis de Salvador Lei municipal

De acordo com a reportagem do jornal Tribuna da Bahia, que divulgou a informação, poucos taxistas cobram esse valor extra, que geralmente possuem um adesivo no pára-brisa informando sobre o serviço, sendo assinado pela Transalvador e pela Secretaria Municipal dos Transportes e Infraestrutura de Salvador (Setin). A redação do jornal tentou entrar em contato com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) para tentar obter mais informações, mas não obteve respostas.

A norma obriga que o taxista informe ao passageiro da cobrança, e, caso o ar-condicionado já esteja ligado, o motorista não pode exigir o valor. O chefe do setor de fiscalização da Getaxi, Genival Batista de Melo, explica que apenas os automóveis que trabalham com o taxímetro podem cobrar a taxa do ar-condicionado.

O que diz a população?

“Salvador é uma cidade calorenta, não tem como andar dentro de um carro sem ar-condicionado” afirma a dona de casa Janice Santos, 43 anos. Entrevistada pelo jornal, ela conta que a corrida já sai cara graças aos congestionamentos, e com o valor da taxa esse valor fica ainda maior: “Já viajei para várias cidades brasileiras, em nenhuma delas cobram taxa pelo ar-condicionado”.

Ao saber da cobrança, a pedagoga Amanda Morocci ficou surpresa e indignada pela cobrança: “Já pagamos caro pela corrida, ainda temos que pagar pelo ar-condicionado”.

Taxistas divididosProfissionais divididos

Mas não são apenas os usuários que criticam a cobrança dessa taxa. Muitos os taxistas que discordam, pois consideram o condicionador de ar uma forma de agradar os clientes. Por outro lado, há quem aplica a taxa por causa dos gastos, dividindo as opiniões dos profissionais do setor.

O taxista Valdir Souza, 39 anos, acha a cobrança desnecessária. Trabalhando há 10 anos na área, ele afirma nunca ter cobrado a taxa: “Ligo o ar para agradar meus clientes. É um benefício que torna mais prazerosa a viagem do passageiro”, afirma. Já  o taxista Mario Aparecido Gomes, 43 anos, argumenta que os gastos com combustível aumentam de 20 a 25% quando o ar condicionado está ligado. “Se é um direito nosso temos de exigir”, acredito. A frota da cidade conta com 7.272 táxis, sendo que 6.996 são comuns e 276 especiais.

Fonte: Tribuna da Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

5 Ideias sobre "Usuários pagam taxa para usufruir do ar condicionado em táxis de Salvador"

  • Roubo! Absurdo!

    O Ar Condicionado do veículo é sua parte integrante. É o diferencial do serviço a ser prestado pelo taxista e não ser utilizado como uma sobretaxa.

    Estou em Salvador há 11 dias e nunca fui cobrado por ter um serviço confortável, exceto hoje, por um corsa sedan velho, caindo aos pedaços, que fez questão de cobrar os 20%. Com essa mesquinharia, certamente este profissional nunca conseguira mudar de carro. Se possuísse um mínimo de inteligência, poderia perceber que qualquer corrida pode gerar um contrato duradouro com o cliente. Mas não. Preferiu fazer questão de míseros 20% e irritar o cliente.

    Estou indignado como o “universo paralelo” que a Bahia quer se tornar.

  • A TELETAXI ( 3341.9988 ) se orgulha em poder afirmar que todos os 350 táxis da frota possuem ar-condicionado e que nenhum deles cobra taxa adicional pelo uso do mesmo. Nosso objetivo é atender bem o passageiro, com alto nível de segurança, confiabilidade e conforto.