[ x ] Fechar

Torre gigante vai captar dados sobre gases causadores do aquecimento global

  • 03 de setembro de 2015
  • Nenhum Comentário

Um equipamento com altura equivalente a um prédio de cem andares foi instalado em meio à floresta amazônica, 150 km a nordeste de Manaus (AM). Com 325 metros de altura, o Observatório da Torre Alta da Amazônia (Atto) foi inaugurado no último dia 22, um ano após sua construção.

Acima da copa das árvores, o equipamento – instalado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã – vai coletar dados sobre gases de efeito estufa, partículas de aerossóis, propriedades de nuvens, processos de camada-limite e transporte de massas de ar. De acordo com o cientista do Inpa e coordenador brasileiro do Projeto Atto, Antonio Manzi, a torre foi projetada para ser um laboratório de referência mundial nas interações entre as florestas tropicais e a atmosfera. “Os resultados obtidos fornecerão um grande avanço na representação das florestas tropicais, em modelos de sistemas meteorológicos e da Terra para gerar previsões de tempo e cenários mais precisos sobre o clima”, explica.

Gases como objeto de estudo
Os cientistas ainda estão instalando os equipamentos de medição na torre e os primeiros dados serão coletados e analisados em breve. A princípio, eles querem entender melhor as fontes de produção e de consumo de gases como o dióxido de carbono, metano e óxido nitroso.

Os custos de cerca de 8,4 milhões de euros para construir a Atto estão sendo compartilhados pelo Ministério Federal de Educação e Pesquisa (BMBF) da Alemanha, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e governo do Amazonas.

Leia também: Estudo diz que aquecimento global poderá afetar os oceanos de forma irreversível

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de Portal INPA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *