[ x ] Fechar

Tesla X tem ar-condicionado que anula armas biológicas

  • 15 de outubro de 2015
  • Nenhum Comentário

A Tesla apresentou o Model X, primeiro SUV 100% elétrico do mundo. O crossover estreia com a promessa de ser o utilitário mais seguro do planeta. Além da expectativa de conquistar cinco estrelas nos testes de colisões, o que chama a atenção também é que o modelo possui um sistema de ar-condicionado capaz de anular até armas biológicas.

O sistema vem com três modos: ar que circula do lado de fora do carro, ar que circula dentro do carro e “modo de defesa contra armas biológicas”, ativado por um botão no console do veículo. Isso cria uma pressão positiva dentro da cabine para evitar que partículas externas entrem no carro. Mas como esse modo funciona?

Pressão interna
Embora o ar externo não entre na cabine do veículo, o ar extra necessário para fazer a pressurização positiva tem de vir de algum lugar. A Tesla explica: o botão de biodefesa é projetado para permitir que o ar limpo entre na cabine e para manter o ar contaminado fora. Quando ativado, ele faz o sistema entrar em modo completo de limpeza, puxando todo o ar HVAC através do filtro HEPA. A ventoinha vai para a velocidade máxima 11, puxando ar o bastante para pressurizar ligeiramente a cabine, evitando que outro ar entre no Model X.

“Isso não é insignificante, mas não resolve o problema por si só, porque você ainda precisaria ter algo para filtrar o ar”, diz Michael J. Buchmeier, vice-diretor do Centro Regional do Pacífico Sudoeste para Biodefesa e Doenças Emergentes, da Universidade da Califórnia em Irvine.

Filtrando bactérias e vírus
Para ser considerado HEPA, o filtro deve remover do ar 99,97% de partículas de 0,3 micrômetros. Um filtro HEPA de 0,3 micrômetros é fino o suficiente para capturar bactérias como a antraz, que podem ter de 1 a 1,2 micrômetros. Ele também captura a grande maioria das bactérias – inclusive a que causa peste bubônica – além da maior parte do pólen, poeira e esporos de fungos. Os filtros HEPA também têm modelos de 0,2 micrômetros, mas é difícil criar um filtro que capture partículas ainda menores – isso pode dificultar muito a passagem do ar.

Quando Elon Musk, CEO da Tesla, apresentou o Model X para o mundo, ele afirmou que o sistema HVAC era 800 vezes melhor para filtrar vírus do que outros carros. Muitos dos vírus são grandes o suficiente para serem capturados pelo filtro HEPA, mas pequenos o bastante para passar pelo sistema de filtro de ar de carros comuns, então o sistema HEPA de fato ajuda. Porém, existem ainda milhares de vírus por aí que não podem ser impedidos, incluindo alguns com potencial para armas biológicas.

Por outro lado, o sistema de ventilação da Tesla pode ajudar a filtrar alérgenos, como pólen de ambrosia e cedro; esporos de fungos; e outros causadores de irritação, como fumaça e poeira. Ele também filtra odores externos desagradáveis, como campos de gado e animais mortos em estado de putrefação pela estrada.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *