onibus-ar-condicionado

Depois de muitos usuários reclamarem sobre o calor presente nos ônibus que têm ar-condicionado em Fortaleza, uma alternativa de solução deverá ser implantada para reverter o caso. Com o objetivo de monitorar o serviço, um medidor de temperatura é a proposta para o bom funcionamento do ar-condicionado.

“A gente detectou que alguns ônibus estavam com problemas de temperatura, mas já estamos estruturando uma ação. Compramos um medidor de temperatura interna, vamos ficar monitorando a frota para poder pedir providências de manutenção quando for necessário”, justifica Dimas Barreira, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindi-ônibus).

Leia também: Por que muitos ônibus não ligam o ar-condicionado mesmo no calor?

Dimas defende que o funcionamento do ar-condicionado nos coletivos está ligado ao movimento de passageiros. “Cada vez que uma porta abre, o ar frio ‘escorre’ e o ônibus tem que trabalhar para produzir tudo de novo. Isso não é motivo para entender que o ônibus não possa estar com a temperatura agradável. O ar-condicionado é projetado para que consiga vencer essa etapa”, analisa Dimas.

Como o medidor de temperatura irá funcionar

O dado indicado no medidor dos coletivos não será a temperatura do local, mas sim aquela que o ambiente persegue com o ar-condicionado. “Se ele ficar sempre perseguindo a temperatura de mais ou menos 22°C, 23°C, é uma temperatura agradável. Os técnicos dizem que você não pode causar um choque maior do que oito graus de diferença em relação à temperatura de fora”, explica o presidente do Sindi-ônibus.

Dimas detalha ainda que há dois modelos de tecnologia na determinação da temperatura: alguns veículos saem da garagem pré-acertados, enquanto outros permitem que o motorista mude a temperatura dentro de uma faixa determinada. De acordo com informações do jornal O Povo, até o fim do ano a capital cearense terá 580 ônibus com ar-condicionado, alcançando um terço da frota total. Até semana passada, 80 veículos haviam sido entregues, e a previsão é de que até dezembro outros 100 ônibus sejam adicionados ao serviço.

Entenda o funcionamento dos sistemas de climatização em ônibus

Redação do Portal WebArCondicionado